De Maraisa a Adele, pilates emagrece famosas e vira hit na quarentena

Modalidade cresceu 300% nos primeiros meses de isolamento. Saiba os motivos e veja um exercício para fazer em casa

atualizado 04/09/2020 20:13

Aula de pilatesAna Fernandes

O home office, a necessidade de malhar em casa e a procura por atividades que promovam bem-estar fizeram com que, nos últimos meses, uma atividade específica tenha ganhado atenção mundial: o pilates. Pesquisa recente da plataforma de bem-estar Weburn mostrou que a procura por vídeos da modalidade aumentou mais de 300% nos últimos meses.

Além dos fatores causados pelo isolamento social, outra “ajudinha extra” para uma adesão cada vez maior à modalidade foram as famosas que, publicamente, declaram amor ao exercício. De Maraisa, da dupla com Maiara, a Adele. Não faltam exemplos de celebridades que apostaram nele para perder peso, reduzir medidas e aperfeiçoar o tônus muscular.

0

“As pessoas saíram de postos de trabalho onde se movimentavam muito e passaram a exercer o ofício de casa, muitas vezes, em locais que não são próprios para passar oito horas do dia. O estresse doméstico, o ensino a distância e o confinamento também ajudaram nesse boom”, explica a fisioterapeuta Andressa Aguzzoli.

Para ela, essa má adequação laboral trouxe uma série de problemas, que vão de saúde mental abalada a dores nas costas. “Tenho 14 anos de experiência com pilates e nunca tinha trabalho tanto quanto agora”, recorda a especialista, uma das sócias do espaço Aaman, no Lago Sul, que tem a atividade entre os carros-chefes.

Na visão da profissional, a modalidade é completa, democrática e só tem vantagens a quem pratica. Além de poder ser realizada do adolescente ao idoso, traz inúmeros benefícios, inclusive, à boa forma. “Ela faz um trabalho corporal profundo. Saio das aulas pingando”, garante Andressa.

Dá-lhe suor!

No início do ano, o Metrópoles entrevistou a professora brasileira Camila Goodis. Ela atua nos Estados Unidos e ajudou a “secar” nomes como Sofia Vergara e, inclusive, a própria cantora Adele. “É uma técnica completa e complexa. Trabalho com pessoas na faixa de 90 anos, mas também consigo fazer os ‘novinhos’ suarem. O pilates power, uma das muitas ramificações do pilates tradicional, é uma versão turbinada, ideal para quem quer atingir definição corporal rapidamente”, afirma.

“Tenho clientes que já tinham um biotipo magro e conseguiram construir um tanquinho em poucas semanas”, assegura.

Engana-se quem acha que é necessário diversas “engenhocas” fitness para praticar. Com apenas um tapetinho e o peso do corpo, já dá para experimentar algumas posturas.

Faça em casa

Veja, no vídeo, um exercício proposto por Andressa Aguzzoli:

Respaldo médico

De acordo com a instrutora Sylmara Salviano, da academia 02 Fitness, o pilates só se consolidou porque, há anos, vem sendo respaldado por médicos, professores de educação física, fisioterapeutas e profissionais da saúde, que utilizam o método para tratar de câncer a fibromialgias.

A modalidade, ela lembra, foi criada justamente durante um período de isolamento social. Joseph Pilates a desenvolveu nos campos de concentração, durante a Segunda Guerra Mundial.

Sylmara Salviano
Instrutora da O2 Fitness, Sylmara Salviano é fã da modalidade, que ajuda todo tipo de indivíduo

Um estudo recente e publicado no European Journal of Sport Science revelou que o pilates foi capaz de melhorar o equilíbrio e a estabilidade postural em idosas. “Esse achado é muito importante, pois as quedas são um dos principais motivos de internações hospitalares entre os idosos”, diz Walkíria Brunetti, fisioterapeuta especialista no método. Vale lembrar que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), de 28% a 35% das pessoas com mais de 65 anos de idade sofrem alguma queda por ano.

“Diferentemente da musculação, o pilates trabalha nos três planos de movimento do corpo humano. Normalmente, a musculação trabalha um plano de cada vez. Nossas reações de equilíbrio e de endireitamento são baseadas nos três planos de movimento, sendo esse um enorme benefício do método”, complementou Walkíria.

Benefícios

A seguir, Sylmara Salviano conta os benefícios e resultados positivos observados em diferentes grupos:

  • Atletas: gera agilidade, resistência, força muscular e mobilidade, além de prevenção e recuperação de lesões;
  • Bailarinos: aumenta a flexibilidade e também ajuda a evitar lesões;
  • Crianças e adolescentes: reduz as dores do crescimento, por exemplo;
  • Gestantes: fortalece o assoalho pélvico, prepara o corpo para o parto, reduz edemas de braços e pernas, diminui dores lombares e aumenta o equilíbrio;
  • Idosos: reduz dores, aumenta o controle corporal, melhora a autonomia e protege as articulações;
  • Pacientes com câncer: recupera movimentos de áreas afetadas pela doença;
  • Parkinson: melhora a postura e convívio social, e também reduz ansiedade e depressão;
  • Fibromialgia: a técnica mostrou-se uma alternativa aos exercícios de relaxamento e alongamento para redução da dor causada pela enfermidade;
  • Dor lombar: ajuda no alinhamento da coluna e no fortalecimento da região.

Últimas notícias