Veja seis jeitos de usar o óleo de coco que vão além da cozinha

Saiba mais sobre os benefícios desse ingrediente natural, que é bactericida, antifúngico e tem ação hidratante para o corpo e cabelo

atualizado 24/01/2019 8:42

iStock

Com o auge da estação mais quente do ano sobram aos cabelos, rosto e corpo as agressões do sol, mar e piscina. É nesse período que a pele da face e do corpo fica mais sensibilizada. Para minimizar essas ações, vale a pena hidratar a derme e os fios fazendo uso de óleos nutritivos.

O mais versátil é o óleo de coco, que oferece mil e uma utilidades. Usado em preparações culinárias, os benefícios do produto vão além. A composição do ingrediente é feita à base de ácido láurico, que tem propriedades antioxidantes, além de ser bactericida e antifúngico. Com alto poder hidratante, o óleo de coco consegue penetrar na pele e auxiliar na hidratação.

O ingrediente – queridinho de alguns nutricionistas – virou febre entre os dermatologistas e os amantes de produtos de beleza mais naturais.

Confira seis possibilidades de utilização do produto:

iStock

Corpo
Para a dermatologista Adriana Isaac é importante, em primeiro lugar, definir qual é o seu tipo de pele. “Nem toda pele se beneficia do uso de óleos. As muito oleosas, por exemplo, podem ser tratadas com óleos que deixam menos resíduo, e numa frequência menor, pois é possível desenvolver foliculite e acne devido ao uso em excesso”, ensina.

O uso do óleo de coco para peles ressecadas pode ser diário. “A pele do corpo é naturalmente mais seca”, explica a especialista. “Uma boa dica é combinar gotas de óleo ao hidratante corporal de preferência”, sugere Adriana. Outra possibilidade é utilizar a substância após o banho, na pele ainda úmida. “A absorção é ainda mais eficaz”, diz.

Foto: Felipe Menezes/Metrópoles

Cabelos
Para as pessoas que dispõem de pouco tempo para ir ao salão de beleza, vale tratar os fios em casa. “Muito tem se falado dos benefícios do óleo de coco no cabelo”, diz Adriana. “O número mágico de gotas de óleo nos cabelos é seis”, brinca a especialista. “Dessa maneira, não pesa o fio e garante um cabelo hidratado, brilhante e sedoso”.

Passe o óleo nos cabelos secos, pegando os fios da orelha para baixo. Durma com o produto e lave bem os cabelos no dia seguinte. “O óleo de coco hidrata os fios e dá brilho ao cabelo. A nutrição ou umectação proporcionada por ele ajuda a repor a água dos fios, melhorando o aspecto ressecado”, orienta o dermatologista Erasmo Tokarski.

iStock

Higiene bucal
Adeptos da medicina ayurvédica costumam apostar no óleo de coco para fazer o oil pullling. O bochecho com o produto é feito em jejum após acordar e caiu no gosto de famosas, como a modelo Yasmin Brunet e as atrizes Gwyneth Paltrow e Shailene Woodley.

O procedimento serve para limpar bactérias e toxinas da boca, responsáveis por doenças inflamatórias, por meio de lavagem com óleos vegetais. O óleo de coco é o mais utilizado, por ter forte poder bactericida. O método é simples. Primeiro, raspe a língua para remover as bactérias que se acumularam durante o sono. Você pode usar um raspador ou uma colher. Faça bochecho durante 15 a 20 minutos, com duas colheres de óleo de coco. Cuspa o conteúdo no lixo e enxágue com água. Depois, escove os dentes normalmente.

A dentista Ianara Pinho afirma que o uso do óleo de coco pode agir como coadjuvante, aliado à boa higiene bucal, prevenindo problemas causados por microrganismos. “Estudos comprovam o efeito antimicrobiano do óleo, auxiliando no combate à gengivite, ao mau hálito e à placa bacteriana. Há um efeito preventivo. Contudo, ele não auxilia no clareamento dos dentes.”

iStock

Esfoliante
O óleo de coco também é um ótimo aliado na esfoliação. Quando misturado ao bicarbonato de sódio, ele promove renovação celular (removendo parte das células mortas e trazendo resultado na melhora da textura e maciez da pele). O esfoliante pode ser usado por homens, mulheres e adolescentes.

Desodorante
Outra boa utilidade é como desodorante, já que não obstrui os poros e ainda tem ação calmante. Basta misturá-lo com um óleo essencial, para dar um cheirinho, e está pronto.

A dermatologista Fernanda Seabra, do Aliança Instituto de Oncologia, recomenda aos seus pacientes o uso do óleo de coco. “Não há contraindicação”, garante a especialista.

iStock

Cutículas hidratadas
Outra sugestão infalível! Quem tira as cutículas sabe que, com o tempo, a tendência é que elas cresçam secas. Para contornar o problema, aplique óleo de coco sobre elas.

Últimas notícias