*

No começo dos anos 2000, quem queria fazer luzes nos cabelos passava por um processo bastante específico. Com a ajuda de uma touca de plástico cheia de furinhos, o colorista usava uma agulha de crochê para puxar pequenas mechas e aplicar a tinta. O tempo passou e a técnica evoluiu um tanto — hoje é usado, principalmente, papel alumínio.

Indo contra a corrente, o colorista Diego Kuhn, de Campo Grande, vem fazendo sucesso no Instagram ressuscitando as toucas de plástico. Com mais de 120 mil seguidores no mundo inteiro, o artista mostra sua técnica e os resultados. Veja um dos vídeos:

O resultado é ideal para quem procura deixar os fios mais claros mantendo um fundo escuro. A maioria dos comentários é de pessoas de fora do país impressionadas com a técnica. Há também brasileiras lembrando de quando passavam pelo procedimento para conseguir mechas.

Segundo o colorista, que também é professor, algumas clientes viajam para a capital de Mato Grosso do Sul exclusivamente para pintar os cabelos.



COMENTE

 
belezamechasLuzesTinturatouca

Leia mais: Beleza