Dermatologistas famosos indicam produtos baratinhos para cuidar da pele

O Metrópoles consultou quatro requisitados dermatologistas do DF para descobrir os melhores e mais eficientes produtos de skincare

atualizado 27/07/2020 11:08

Cristina Salaro, Laís Rios, Nayane Braga e Francisco Campos, dermatologistas DFCortesia/Metrópoles

Apesar das incertezas econômicas causadas pela pandemia do novo coronavírus, os cuidados com a pele não foram deixados de lado. Pelo contrário. Segundo um estudo feito pela Corebiz Global, o faturamento do comércio eletrônico de cosméticos cresceu 68% entre março e junho desde ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Produtos como hidratantes, séruns e tônicos registraram, sozinhos, aumento ainda mais significativo, de 128%.

O salto em vendas pode ter sido impulsionado pelo fechamento de lojas físicas, mas evidencia que, mesmo em uma crise, as rotinas de skincare têm fatia garantida no orçamento dos brasileiros. Até porque há vários produtos eficientes e acessíveis no mercado, desconstruindo, aos poucos, o estigma de que os cuidados mínimos com a pele exigem grandes investimentos.

“Quando o paciente não tem nenhuma doença de pele, o tratamento costuma ser acessível. É necessário ter um bom sabonete, demaquilante, tônico e protetor solar. Isso já ajuda muito. A questão é que à medida que a nossa pele vai envelhecendo, outras demandas vão surgindo. Porém, é totalmente possível prescrever uma receita acessível, com todos esses elementos, por cerca de R$ 200. E os produtos vão durar pelo menos três meses”, pontua a dermatologista Nayane Braga.

Segundo especialistas, há, sim, produtos que custam mais no Brasil. É o caso de alguns ácidos e protetores solares faciais. Contudo, algumas etapas do skincare podem ser resolvidas com um investimento razoável. E melhor: com eficiência atestada de quem entende do assunto.

O Metrópoles consultou quatro requisitados dermatologistas brasilienses sobre produtos que eles usam, aprovam e custam até R$ 60. Confira as dicas exclusivas de Cristina Salaro, Francisco Campos, Laís Rios e Nayane Braga Aidar (imagem em destaque).

0
Cristina Salaro

A dermatologista Cristina Salaro é autoridade quando o assunto é cuidado com a pele. E não só pela posição que ocupa, como presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) no Distrito Federal, mas por sua dedicação com as próprias rotinas. Só no perfil profissional da médica no Instagram há mais de 42 mil seguidores interessados em suas dicas. Algumas, bem acessíveis.

“Há anos prescrevo sabonete de glicerina em barra tradicional da Granado. Se a pele é seca ou sensível, o de Lavanda ou Calêndula. Se é oleosa, o de enxofre sulfuroso”, diz a médica. Os produtos podem ser encontrados por menos de R$ 10 na internet.

Cristina Salaro, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia no DF

Ela também recomenda o uso de anti-aging manipulado com fórmula de ácido retinoico por ser uma solução “barata e eficiente”. “Tem que ter cuidado ao usar, porque irrita a pele. Então, a orientação do dermatologista é fundamental”, adverte. Os valores mudam bastante, mas vale a pena pechinchar.

A aplicação da fórmula anti-envelhecimento pode ser intercalada com o creme Nívea Q-10 Facial Anti-sinais, vendido por R$ 50. Na opinião de Cristina, um excelente custo benefício.

Já para o corpo, ela prescreve Vasenol Nutrição Total Loção Hidratante (R$ 16,99) ou Nívea Milk (R$ 14,50), ambos com grande potencial de nutrição. Também há dois filtros solares que Cristina considera BB, “bom e barato”: Filtrum FPS 50 e o  Neutrogena Sun Fresh FPS 30, com preços entre R$ 40 e R$ 60.

Laís Rios

Nascida em Maceió e radicada em Brasília, a dermatologista Laís Rios não abre mão do bronzeado. Sua primeira dica para quem também adora o efeito de praia é o uso de um bom autobronzeador, como a versão em mousse da linha Red Carpet Glow, da Skelt.

“Ao contrário do que muitos pensam, esses produtos não exigem exposição solar como os bronzeadores comuns. Eles pigmentam a pele superficialmente, pelo processo de oxidação da queratina, conferindo um tom dourado a cútis”, explica Laís.

Um dos truques da dermatologista é usar óleo de coco na massagem corporal. O produto pode ser encontrado em supermercados e farmácias a “preço de banana”.

“O melhor é que, além de hidratar a pele, o óleo de coco é bom para cabelos, unhas, cutículas e até os lábios. E tem ainda efeito antioxidante”, confirma Laís.

Laís Rios, dermatologista

Já para pós-procedimentos de consultório, como peelings e lasers, ela indica o “bom e velho Bepantol”, que considera um excelente regenerador cutâneo e cicatrizante. “Esse todo mundo tem em casa”, conclui.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Você inclui os antioxidantes na rotina de beleza? Fazer o uso desse produto é um dos passos mais importantes quando falamos sobre cuidados com a cútis. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Sua principal função é combater os radicais livres, responsáveis por acelerar o surgimento de rugas, manchas e linhas de expressão. Por isso, é essencial utilizá-lo todos os dias fielmente! ⠀ O antioxidante, sem dúvidas, é um dos melhores amigos da sua pele! ✨ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Quer saber mais sobre essa substância? Agende uma consulta e tire suas dúvidas! ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ #dermatologista #beleza #dermatologiabrasilia #antioxidantes #pele #estetica #saude #laísriosdermatologia #dralaísrios

Uma publicação compartilhada por Dra. Laís Rios (@laisriosdermato) em

Francisco Campos

O dermatologista Francisco Campos atende em Brasília e São Paulo. Mesmo com a correria, ele nunca negligencia sua rotina diária e sagrada de cuidados. “Quando [a rotina] é seguida de forma diária, se torna o melhor método de tratamento preventivo. Essa diferença pode ser notada com o passar dos anos”, defende.

As etapas que considera essenciais são limpeza, tonificação, tratamento e aplicação de protetor solar. Esse último, ele acredita que merece um investimento maior. “Nunca pode faltar. O protetor solar deve ser utilizado em qualquer ocasião, pois o efeito de envelhecimento do sol na pele é cumulativo, ou seja, o sol que você está pegando hoje vai fazer efeito de envelhecimento durante a sua vida inteira”, justifica.

Para as demais passos, ele recomenda o sabonete Normaderm Phytosolution da Vichy, que atua na limpeza e, em alguns locais, pode ser encontrado por até R$ 60. Já a Máscara Facial Resveratrol & Berry, da Dermage, funciona como um tratamento.

“Compensa muito. Além de ser excelente, a máscara rende umas cinco aplicações e custa pouco mais de R$ 10”, ressalta.

Francisco Campos, dermatologista

Por último, ele sugere hidratar o rosto com a Facial Moisturising Lotion da Cerave. O creme pode ser encontrado na internet por R$ 49,90.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Tratar da pele não tem hora para começar. O ideal é começar o mais cedo possível para evitar o envelhecimento precoce. ⠀ O tratamento adequado para iniciar seus cuidados com a pele depende da faixa etária e da condição da sua pele. Normalmente, o tratamento preventivo é iniciado com o Botox e preenchedores, que evitam o aparecimento de rugas difíceis de tratar. ⠀ Para alguns pacientes, é indicado o laser para tratar das manchas já existentes. Mas o tratamento ideal para você deve ser definido com seu dermatologista. Nunca é tarde para começar a tratar da sua pela. Mas reforçando: quanto antes, melhor. ⠀ 💬 Dúvidas e marcações: ☎ 61 3346-9994 / 11 3171-3783 📲 61 99983-9994 / 11 94825-0844 🏥 @clinicareviv @clinicavanite ⠀ #tratamentosepele #pele #skincare #dermato #dermatobrasilia #brasilia #dermatologia #dermatosp #dermato #belezafuncional

Uma publicação compartilhada por Francisco Siqueira Campos (@drfranciscocampos) em

Nayane Braga Aidar

Defensora de que é possível se cuidar gastando menos e com estratégia, a dermatologista Nayane Braga usa vários produtos acessíveis no dia a dia. E afirma: alguns mudaram sua pele. “Claro que tem outros, mas esses três certamente são os mais acessíveis e funcionais”, diz, antes de compartilhar sua lista.

O primeiro é o gel de limpeza Normaderm Phytosolution, também indicado por Francisco. “Ele é ótimo para peles oleosas e com acne, como a minha. Além do preço, dura cerca de seis meses, usando duas vezes ao dia, de manhã e à noite”.

Outro produto indispensável para a profissional é o demaquilante da Bioderma. É possível encontrá-lo em várias versões, grande, para viagem, como água micelar ou lencinhos descartáveis. “Esse passo da limpeza eu não abro mão”, destaca Nayane.

Para finalizar, a expert indica um fotoprotetor com efeito de maquiagem, o Vichy Clarify. Na hora de comprá-lo, pesquise bem. No Google Shopping é possível encontrá-lo por preços entre R$ 39,90 e R$ 80.

“Para mim, a ideia de que precisa investir ‘rios’ de dinheiro na pele é mito. Claro que pessoas que tem alguma especificidade, como rosácea, por exemplo, terão de gastar um pouquinho mais. Mas, no geral, sempre há tratamentos acessíveis”, conclui a médica.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Ola dermamigo/a , como você tem passado ? . Hoje quero conversar com você a respeito de escolhas, decidi falar desse assunto pois vejo que muitas pessoas ainda pensam que nossa pele,unhas e cabelo seja para o bem ou para o mal são resultados apenas de questões externas que independem de nós. . Ter uma pele , cabelo , unha com saúde vai muito além de mero desejo,vai das ESCOLHAS que fazemos em nossa vidas.Muitas das vezes podemos nos rebelar , culpar o mundo ,mas a verdade é que mesmo que você tenha um problema de pele, você pode escolher se tratar, correr atrás, se cuidar e ser sim sua melhor versão, sem comparações . . Antes de reclamar o fato de não ter aquela pele perfeita se questione se você tem feito escolhas que te permitam alcançar esse objetivo . Se acredita que não tem feito tudo como poderia te desafio a mudança , pois insanidade é fazer o mesmo e esperar resultados distintos. . Se isso faz sentido para você escreva : SIM nos comentários! Um bjo da sua dermatoamiga . #dranayanebragaaidar#dermatobsb#dermatobraasilia .

Uma publicação compartilhada por Dra. Nayane – Dermatologista (@dranayanebragaaidar) em

Últimas notícias