Documentário sobre Burle Marx será lançado nos cinemas em novembro

Batizada de Filme Paisagem, produção retrata a vida e o trabalho do paisagista que deixou sua marca na história de Brasília

CARLÃO LIMEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO/AECARLÃO LIMEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

atualizado 05/10/2018 18:34

Um dos mais renomados arquitetos e paisagistas do século 20, Roberto Burle Marx não poderia receber homenagem mais bela que um documentário para relatar todas as suas obras, pesquisas e descobertas.

A produção, batizada de Filme Paisagem, tem direção de João Vargas Penna, consultoria de José Tabacow, ex-sócio e parceiro de Burle, e será lançada nos cinemas em novembro.

O documentário foi feito a partir da visão do próprio Burle, com falas em primeira pessoa, suas ideias e lembranças. “Quis fazer o filme de uma só voz”, disse João Penna. Mesmo com o cinema limitado a imagens e sons, a produção busca passar uma experiência maior ao espectador. “É um passeio sensorial”, afirma o diretor.

Nascido em 1909, em São Paulo, o paisagista viveu toda sua vida no Rio de Janeiro, onde se encontram suas principais obras, como o terraço-jardim do Edifício Gustavo Capanema e o paisagismo do Parque do Flamengo. Em Brasília, ele realizou projetos que impressionam pela beleza, como os jardins do Palácio do Itamaraty, do Palácio da Justiça, do Teatro Nacional, o paisagismo do Eixo Monumental, da quadra-modelo (308 Sul) e a Praça dos Cristais, localizada no Setor Militar Urbano.

Confira o trailer:

Últimas notícias