Black Friday: atenção na hora de comprar materiais de concursos

Consumo consciente e pesquisa prévia podem evitar prejuízos e frustrações no momento de adquirir livros, cursos e serviços

atualizado 28/11/2019 14:48

Reprodução

A euforia da Black Friday tem contagiado o mundo dos concursos nos últimos anos. Com a intenção de economizar com os custos de preparação, os concurseiros aproveitam as ofertas para adquirir livros, cursos e serviços com descontos.

Não faltam opções no mercado. Entretanto, é importante ficar atento a cuidados para não cair em uma fraude ou levar prejuízo.

A coluna Vaga Garantida preparou algumas dicas e alertas para ajudar os candidatos em suas aquisições:

Dica 1: pesquise valores e recomendações

Quando se trata de educação, a qualidade do produto ou serviço é muito relevante. Por essa razão, não só o valor a ser pago deve estar na pesquisa dos concurseiros. Buscar referências e recomendações e pesquisar sobre reclamações sobre a empresa em sites especializados e junto ao Procon previnem decepções.

Outro ponto importante é descobrir quais os preços aplicados antes do período de oferta, pois ajudam a saber se os descontos são legítimos ou não. Infelizmente, é uma prática comum aumentar o valor original para transmitir a ideia de um desconto maior.

Dica 2: confira custos agregados

Antes de fechar uma compra, confira quais os custos agregados. Algumas ofertas só valem por alguns meses — no caso de assinaturas — e, em outros, o frete, além de demorar muito, tem um custo mais alto do que o esperado. Isso encarece a conta e anulando o desconto oferecido.

Prefira lojas nas quais o frete é gratuito e todas as informações sobre o produto ou serviço e sobre a forma de pagamento e entrega estão bem detalhadas.

Dica 3: conheça a política de cancelamento e devolução

Desistir da compra é um direito de qualquer consumidor, previsto em lei. Assim, é importante ter conhecimento sobre a política de cancelamento, de devolução ou de troca. Em geral, a depender da oferta, não há possibilidade de troca. Essa informação precisa estar bastante explícita.

Em caso de cursos on-line, é possível que haja um prazo de fidelidade, ou seja, um prazo mínimo de permanência. Com aulas presenciais, é comum haver uma cláusula em que o valor investido só pode ser revertido em crédito para outro curso, sem devolução do dinheiro. A prática é abusiva e não pode ser aceita.

Dica 4: consumo consciente

A preocupação com o consumo consciente também deve estar presente. Comprar ou contratar serviços por impulso, sem um propósito específico e sem poder dar função no momento presente, é como jogar dinheiro fora.

Avalie a real necessidade e a previsão de uso e benefícios do que for adquirido.

Em breve, com a virada do ano-novo, novas promoções aparecem sem a necessidade de acumular livros e apostilas que não serão usados. Principalmente, que não terão proveito para a preparação. Reforçando a primeira dica: a qualidade precisa ter mais valor do que o preço.

Mais lidas
Últimas notícias