Manchester United e Chelsea punem torcedores por ofensas racistas

Sam Mole ofendeu jornalista judeu e não poderá entrar em Stamford Bridge por uma década; United suspendeu torcedores por ofensas a Son

atualizado 30/04/2021 18:08

O Chelsea resolveu banir um torcedor do clube por ter feito uma publicação antissemita nas suas redes sociais. Sam Mole direcionou comentários antissemitas contra um jornalista judeu. Ele escapou de uma punição criminal porque estava fora do país no momento que cometeu o ato, em 2019 – o que, tecnicamente, o tira da jurisdição do Reino Unido. O clube decidiu agir dentro da sua alçada e impedir que Mole entre em Stamford Bridge pelos próximos 10 anos.

Embora Mole, de 20 anos, tenha escapado de uma punição na justiça pelas ofensas antissemitas no Twitter, ele recebeu uma ordem de restrição por três anos que o impede de entrar em contato com o jornalista Dan Levene novamente. Em caso de violação, ele pode ser punido.

Leia a matéria completa no site do Trivela, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias