Kyrie e Harden protagonizam temporada de estrelas complicadas na NBA

Apesar do talento, armadores de Brooklyn Nets e Houston Rockets têm chamado a atenção pelo que fazem e dizem fora das quadras

atualizado 13/01/2021 17:13

Bob Levey/Getty Images/Mike Stobe/Getty Images

James Harden e Kyrie Irving são dois dos maiores talentos da NBA. O “Barba” começou sua carreira na liga como um competente sexto homem no Oklahoma City Thunder e, desde que foi trocado para Houston, em 2012-13, se tornou uma garantia de conseguir carregar a equipe rumo aos playoffs e estar na conversa para MVP (prêmio que venceu em 2017-18). Já Kyrie é um dos jogadores mais elétricos da liga, com um controle de bola impecável, tendo ajudado LeBron James a vencer um título da NBA com o Cleveland Cavaliers em 2016.

No entanto, apesar de todo o talento e currículos vitoriosos, Harden e Kyrie têm chamado a atenção mais pelo que estão fazendo fora de quadra do que dentro dela na temporada 2020-21 da NBA.

Na noite dessa quarta (13/1), Kyrie Irving desfalcou o Brooklyn Nets pela quinta vez consecutiva na temporada. A justificativa oficial pela ausência é “razões pessoais”. Seu próprio técnico, Steve Nash, ficou dias no escuro, sem conseguir se comunicar com o atleta. No entanto, na última terça, surgiram vídeos de Irving dançando, supostamente comemorando o 30º aniversário de sua irmã.

Entre as especulações ventiladas, o armador estaria em Toronto, na companhia do rapper Drake. A NBA se pronunciou afirmando que investigará o caso, já que Kyrie aparece sem máscara, aglomerado e em um ambiente fechado, violando os protocolos de saúde da liga para combater o coronavírus.

A controvérsia é apenas a última de uma série que tem acompanhado o armador durante toda a sua carreira. Apenas nesta temporada, Irving foi a público afirmar que sentia falta de atuar ao lado de um jogador capaz de decidir jogos — mesmo já tendo jogado com LeBron James — e entrou em conflito com a imprensa, chamando os jornalistas de peões e avisando que não falaria com eles após os jogos. “Parem de distrair a mim e ao meu time e apreciem a arte. Nós somos diferentes aqui. Eu não falo com peões. Minha atenção é mais valiosa”, escreveu em suas redes sociais.

Barba da discórdia

Após uma surra para o Los Angeles Lakers na última terça, James Harden soltou o verbo na coletiva pós-jogo: “Simplesmente não somos bons o suficiente. Essa situação é louca, não acho que pode ser consertada”.

A situação referida pelo camisa 13 começou a se desenvolver com a eliminação dos Rockets ainda na bolha disputada em Orlando. A derrota na segunda rodada para o Los Angeles Lakers causou uma verdadeira reviravolta na franquia, causando a demissão do gerente-geral Daryl Morey, um dos principais parceiros de Harden na montagem da equipe de Houston, e o pedido de troca de Russell Westbrook, amigo de James (Wesbrook foi subsequentemente trocado para o Washington Wizards).

Não demorou para que o próprio Harden pedisse para ser trocado, com times como Brooklyn e Philadelphia — onde Morey está trabalhando atualmente –, largando como os favoritos para contar com os serviços do camisa 13.

O jornalista Tim McMahon, da ESPN, apurou que Houston foi conivente com uma cultura de dizer “sim” para todos os desejos de Harden, fazendo vista grossa para seus atrasos e até mudando o itinerário de viagem da equipe caso James desejasse permanecer por mais tempo em uma cidade de seu agrado (o expediente teria sido uma das razões para a insatisfação de Westbrook, conhecido pelo seu profissionalismo e dedicação).

E agora?

Sem Kyrie Irving, os Nets têm um retrospecto de duas vitórias (Sixers e Nuggets) e duas derrotas (Grizzlies e Thunder). E mesmo com um Kevin Durant aparentemente 100% recuperado de uma lesão no tendão de Aquiles, Brooklyn ainda apresenta um basquete irregular, somando seis vitórias e seis derrotas na temporada.

Já os Rockets estão irreconhecíveis em relação à equipe que foi considerada candidata ao título nos últimos anos. Reformado, o Houston de Harden, Wall, Cousins e do jovem Christian Wood tem apenas três vitórias em nove partidas, ocupando a penúltima colocação no Oeste.

A coletiva de Harden após o jogo dos Lakers praticamente selou o destino do Barba nos Rockets, com Brooklyn e Sixers aumentando a pressão em cima dos Rockets por uma troca, que deve sair a qualquer momento. A oferta de Philadelphia incluiria Ben Simmons, enquanto os Nets devem mandar um pacote envolvendo múltiplas escolhas de draft, além de Caris LeVert, Jarrett Allen, Taurean Prince e Rodions Kurucs.

Mais lidas
Últimas notícias