Barcelona aproveita ausência de CR7 e vence a Juventus fora de casa

Craque português ainda se recupera de Covid-19 e desfalcou time italiano, que foi presa fácil para Messi e companhia

atualizado 28/10/2020 19:16

Barcelona vence a JuventusGetty Images / Valerio Pennicino / Correspondente

Com boa atuação de Messi, o Barcelona aproveitou a ausência de Cristiano Ronaldo e venceu a Juventus, nesta quarta-feira (28/10), em Turim, pela segunda rodada do Grupo G pela Liga dos Campeões. No outro duelo da chave, Ferencvaros e Dínamo Kyiv empataram por 2 x 2.

Com este resultado, o Barcelona soma seis pontos na liderança da chave, enquanto Juventus acumula três. Ferencvaros e Dínamo soma um cada. Na próxima rodada, em 4 de novembro, estão previstos os duelos Barcelona x Dínamo de Kiev e Ferencvaros x Juventus.

O Barcelona apresentou um bom futebol no primeiro tempo. Com jogadores rápidos, sob a orientação de Messi, o time espanhol foi perigoso, diante de uma Juventus que voltou a sentir muito a ausência de Cristiano Ronaldo, ainda afastado por causa do coronavírus.

Com os dois times administrando muito a posse de bola, um lance inesperado poderia quebrar a defesa adversária. E foi o que aconteceu aos 14 minutos, quando Messi deu uma virada de bola sensacional de 60 metros para encontrar Dembele na ponta-direita

O francês partiu em direção ao gol, cortou para a perna direita e bateu forte. A bola desviou em Chiesa e fugiu do alcance do goleiro Szczesny.

As equipes seguiram se revezando no ataque e a Juventus chegou a marcar duas vezes com Morata, mas em ambas o atacante estava em posição de impedimento. O Barcelona seguiu apostando nas jogadas rápidas e quase conseguiu o segundo gol, após linda tabela entre Messi e Griezmann, mas o argentino errou na hora do chute.

No segundo tempo, o jogo permaneceu disputado. Morata teve o terceiro gol anulado por impedimento, enquanto Messi e Greizmann perderam grandes chances para fazer o segundo gol. O destaque foi o garoto Pedri, de 17 anos, titular pela primeira vez no Barcelona em um jogo de Liga dos Campeões. Já a decepção foi Dybala, de quem se esperava uma postura de liderança com a ausência de Cristiano Ronaldo na equipe italiana.

Com o jogo controlado, o Barcelona conseguiu ampliar a vantagem, aos 46 minutos. Ansu Fati sofreu pênalti, muito bem cobrado por Messi, que alcançou os 117 gols na competição. Ele só fica atrás de Cristiano Ronaldo, autor de 130 gols.

Últimas notícias