Teste genético consegue antecipar ações de prevenção contra o câncer

Exames estão disponíveis na rede privada com valores que variam entre R$ 1,5 mil a R$ 2,5 mil e são feitos a partir do sangue ou saliva

atualizado 13/03/2019 19:56

kasto80, Istock

O teste genético é um aliado na prevenção e tratamento contra o câncer. A análise é feita a partir do sangue ou da saliva do paciente e é capaz de ajudar no diagnóstico precoce, bem como na personalização de tratamentos para quem já está doente. 

Segundo o oncologista e hematologista Bernardo Garicochea, diretor do grupo de aconselhamento genético do Instituto Oncovida/Oncoclínicas, o teste pode ser solicitado caso o médico suspeite do “perfil” do paciente. Algumas pistas que indicam um padrão familiar são cânceres em pessoas com menos de 35 anos, tipos de câncer muito agressivos, mulheres que tiveram câncer nas duas mamas ou câncer de ovário (1/4 dos casos é genético), e por fim, uma única pessoa da família que teve vários tipos de câncer. 

O especialista afirma que em 10% dos exames de análise genética é possível identificar casos de câncer que poderão acontecer e quais as probabilidades de cada um baseado em genes com mutações. Segundo o médico, esses genes estão presentes desde o nascimento, mas alguns fatores como sedentarismo, tabagismo e estilo de vida podem desencadear a doença.  

“Pacientes que descobrem que têm mutações genéticas têm maior probabilidade de desenvolverem cânceres, caso não façam nada”,  afirma o oncologista. A partir da análise genética, algumas intervenções podem diminuir os riscos, como, por exemplo, tomar ou não hormônios, usar medicamentos específicos e, em casos mais sérios, antecipar a remoção de órgãos, como fez a atriz Angelina Jolie. 

Entre as vantagens do exame genético, Garicochea afirma que as informações obtidas também são uteis para definir qual a abordagem de tratamento mais adequada para o organismo: quimioterapia, radioterapia, medicamentos ou a combinação delas.

Atualmente, o exame genético só é ofertado no Brasil na rede privada e o preço varia entre R$ 1,5 mil e R$ 2,5 mil. O médico afirma que o exame consegue mostrar no DNA células cancerígenas com detalhamento muitas vezes imperceptível até em tomografias.  

Mais lidas
Últimas notícias