Saúde: “Teremos muitas outras Páscoas para confraternizar”

Secretário Wanderson de Oliveira voltou a reafirmar a necessidade de se manter o isolamento social na data comemorativa

atualizado 09/04/2020 22:09

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, afirmou que, mesmo durante a Páscoa, é preciso manter o isolamento social. “As pessoas querem confraternizar e fazer suas preces, é uma tradição secular, mas é fundamental que se proceda com muita cautela“, disse, em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (09/04).

Segundo ele, “outras Páscoas virão” e o ministério espera que as próximas sejam mais seguras para que “nossos entes queridos, principalmente os idosos, estejam presentes nas próximas Páscoas devemos manter o isolamento“, afirmou Wanderson.

A diminuição da mobilidade social tem gerado bons resultados, segundo a pasta. A estimativa do ministério, caso não houvesse isolamento, é que os casos crescessem cerca de 33% ao dia – a última atualização mostrou crescimento de 12%, o que é considerado pelo governo como um sinal de que as medidas de distanciamento social estão funcionando. Segundo João Gabbardo, secretário-executivo do Ministério da Saúde, o pico da epidemia no Brasil deve acontecer no final de abril.

Últimas notícias