Confira como curar gripes e resfriados

Causadas por vírus, as doenças podem ter tratamento simples, com repouso e hidratação, ou precisar de atendimento para evitar evolução

atualizado 12/01/2019 12:01

istock

Uma das doenças mais comuns entre a população, a gripe é uma infecção nas vias aéreas superiores (boca, nariz, faringe e laringe) caracterizada pela presença de vírus. Quando em menor intensidade, é conhecida como resfriado. “Em geral, todas as infecções de vias aéreas acontecem porque o organismo não está preparado para conter a invasão dos vírus. Temos contato com eles todos os dias pela respiração, mas, quando o sistema imunológico está bem preparado, os vírus não conseguem se implementar”, explica Luciano Lourenço, clínico geral, intensivista e chefe da Emergência do Hospital Santa Lúcia.

Quando a gripe fica restrita às vias aéreas superiores, normalmente se resolve com repouso, alimentação equilibrada, hidratação e remédios para diminuir os sintomas de dores e febres. Os resfriados tendem a se resolver entre 48 e 72 horas, com melhora rápida dos sintomas. Se dentro dos dois primeiros dias os sintomas piorarem, houver febre alta e incapacitação, de modo geral, a indicação é seguir para o hospital.

“Uma preocupação que temos é o fato de a gripe ser uma porta de entrada para infecções bacterianas. Com as vias respiratórias inflamadas, elas se defendem mal e criam um bom ambiente para bactérias oportunistas”, conta o médico Luciano Lourenço.

De modo geral, todas as pessoas gripam com a mesma frequência, mas crianças, idosos, gestantes e pacientes imunodeprimidos estão em grupo de risco pela possibilidade de complicações e de evolução da gripe para uma pneumonia.

Últimas notícias