metropoles.com

Ômicron: BA.5 aumenta risco de reinfecção e gravidade do quadro

Estudo feito em Portugal com mais de 27 mil pacientes da Covid-19 mostra que a subvariante tem maior escape imunológico

atualizado

Compartilhar notícia

Getty Images
Imagem colorida: mão de cientista com luva segura pote com amostra de variante Ômicron - MKetrópoles
1 de 1 Imagem colorida: mão de cientista com luva segura pote com amostra de variante Ômicron - MKetrópoles - Foto: Getty Images

Dados de um estudo feito em Portugal mostram que o risco de reinfecção pelo coronavírus é maior com a subvariante BA.5 da Ômicron, em comparação com a BA.2, mesmo entre as pessoas vacinadas ou que se recuperaram da Covid-19 recentemente.

A pesquisa, liderada pela professora Irina Kislaya, do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), em Lisboa, foi publicada na segunda-feira (25/7), na plataforma científica medRxiv.

0

Ela é baseada na análise de testes de 27.702 adultos diagnosticados com a Covid-19 em Portugal entre 25 de abril e 10 de junho deste ano. Desse total, 15.396 adultos haviam sido infectados com a subvariante BA.2 e 12.306 com a BA.5, em alta circulação no mundo.

Cerca de 10% dos casos de BA.5 foram reinfecções, contra 5,6% de reinfecções pela BA.2. Os dados sugerem que a a nova linhagem tem maior escape contra a imunidade gerada pelo organismo após contato com o vírus.

A vacinação de reforço foi associada à redução de 77% do risco de hospitalização e e 88% do risco de morte por Covid-19 após a infecção pela BA.5. Para os infectados com a BA.2, a proteção foi significativamente maior, de 93% e 94%, respectivamente.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?