Moderna começa a testar vacina contra Covid-19 em adolescentes

O estudo servirá de base para imunizar jovens com idades entre 12 e 18 anos antes do início do ano letivo norte-americano de 2021

atualizado 10/12/2020 19:19

vacinasKarl Tapales/Getty Images

A farmacêutica Moderna começou, nesta quinta-feira (10/12), os testes de sua candidata à vacina contra Covid-19 em adolescentes dos Estados Unidos.

A nova etapa da pesquisa pretende avaliar a segurança e a resposta imunológica que a vacina é capaz de gerar na faixa etária entre 12 e 18 anos. Aproximadamente 3 mil adolescentes participarão das fases 2 e 3 de ensaios clínicos. Eles serão monitorados pelos 12 meses seguintes à aplicação do imunizante, que pode conter a fórmula ou o placebo.

O objetivo da empresa é ter dados suficientes, em meados de março, para garantir a imunização dos adolescentes antes do início do ano escolar de 2021 nos EUA, que tradicionalmente acontece no mês de setembro.

Resultados dos testes clínicos

A empresa pediu a autorização formal do uso da vacina à Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, equivalente à Anvisa, após constatar eficácia de 94,5% em voluntários adultos com mais de 18 anos. A agência reguladora norte-americana deve decidir se o imunizante pode ser aplicado na população do país em breve.

Um painel de consultores externos da FDA deve se reunir em 17 de dezembro para discutir a recomendação do uso da vacina em pessoas com 16 anos ou mais.

0

 

 

Últimas notícias