metropoles.com

Evolução: humanos agora têm uma artéria a mais no antebraço

Pesquisadores explicam que vaso sanguíneo que costuma desaparecer nos primeiros meses de vida está em funcionamento em várias pessoas

atualizado

Compartilhar notícia

GettyImages
veias e artérias do antebraço
1 de 1 veias e artérias do antebraço - Foto: GettyImages

De acordo com pesquisadores australianos das universidades de Adelaide e Flinders, o corpo humano continua em evolução, e parte da população adulta agora tem uma artéria a mais no antebraço.

O vaso sanguíneo é comum em recém-nascidos, mas costuma desaparecer nas primeiras oito semanas, passando o fluxo de sangue para outras veias e artérias da região.

“Desde o século 18, anatomistas estão pesquisando esta artéria em adultos, e nosso estudo mostra que a incidência dela está claramente aumentando”, explica o anatomista Teghan Lucas. Segundo o estudioso, a prevalência da artéria em pessoas que nasceram na década de 1880 era de 10% e subiu para 30% nos nascidos no fim do século 20.

O objetivo principal deste vaso é transportar sangue para ajudar no crescimento das mãos em bebês. Os pesquisadores acreditam que a presença da artéria em adultos mostra seleção natural dos quem têm maior fluxo sanguíneo nas mãos, o que pode levar a dedos mais ágeis e antebraços mais fortes.

Em contrapartida, a artéria a mais também pode aumentar os casos de síndrome do túnel do carpo – um problema nos pulsos e nas mãos que leva a dores nos dedos. Os cientistas estimam que, em 2100, a maioria da população terá o vaso sanguíneo.

Para chegar à conclusão, foram analisados os braços de 80 cadáveres de pessoas que morreram com idades entre 51 e 101 anos. O estudo foi publicado na revista científica Journal of Anatomy.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações