Covid: laboratório é suspeito de ter errado 43 mil diagnósticos

Pacientes do Reino Unido que já tinham diagnóstico positivo em testes rápidos podem ter recebido resultado de falso negativo

atualizado 16/10/2021 19:22

testagem teste de CoViD 19 voltada a assintomáticos - Teste de Covid-19Rafaela Felicciano/Metrópoles

As autoridades de saúde do Reino Unido informaram, em comunicado, que cerca de 43 mil cidadãos do país podem ter recebido resultados negativos errados ao realizarem testes de PCR em um laboratório chamado Immensa Health Clinic, localizado na cidade de Wolverhampton.

A agência de saúde britânica suspendeu as atividades do laboratório há duas semanas. A decisão foi tomada por conta de relatos de pessoas que receberam resultados negativos de testes PCR após terem testado positivo anteriormente em testes de antígenos.

Os resultados das investigações do NHS Test and Trace concluíram que ao menos 43 mil testes analisados entre 8 de setembro a 12 de outubro podem ter sido falsos negativos. Em nota da agência, o erro foi descrito como um “incidente isolado, mas todas as amostras agora estão sendo redirecionadas para outros laboratórios”.

Consequências

Os resultados incorretos podem significar que milhares de pessoas infectadas com o vírus receberam a recomendação errada para interromper o isolamento e, com isso, acabaram infectando outras pessoas.

O Sistema Nacional de Saúde Britânico está em contato com as pessoas que ainda podem estar infectadas para aconselhá-las a fazer um novo teste.

Mais lidas
Últimas notícias