Coronavírus: faltarão UTIs no Brasil em abril, segundo Harvard

Estudo encomendado pelo Ministério da Saúde sugere controle de hospitais privados pelo Estado

atualizado 02/04/2020 13:00

Leitos DFDivulgação GDF

Um estudo realizado pela universidade de Harvard, dos Estados Unidos, identificou que faltará estrutura para o tratamento de pacientes com a Covid-19 nas principais capitais do Brasil ainda neste mês de abril.

As cidades não terão Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs), leitos e ventiladores mecânicos suficientes para todos os internados, indica o trabalho.

O trabalho foi encomendado pelo Ministério da Saúde para tentar antecipar cenários sobre os impactos do coronavírus no sistema de saúde brasileiro e identificou São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba, Brasília, Fortaleza e Salvador como cidades que enfrentarão o problema.

Caso o quadro se confirme, a falta de estrutura se agravará primeiro no Sistema Único de Saúde (SUS) e a alternativa sugerida “é colocar todos os hospitais privados no controle do Estado, como adotado pela Espanha”.

Últimas notícias