Cannabis: Anvisa aprova primeiro remédio com teor de THC acima de 0,2%

Fitoterápico é o primeiro com THC ativo, indicado para o alívio de dores crônicas, transtornos neurocognitivos e estímulo do apetite

atualizado 09/05/2022 19:54

Produção de óleo de cannabis, que trata doenças rarasHero Images/Getty Images

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso e comercialização no Brasil do primeiro produto derivado de cannabis medicinal com concentração de THC acima de 0,2%. Trata-se do Extrato de Cannabis sativa GreenCare (160,32 mg/ml). Este é o 16º produto à base de cannabis aprovado pela Anvisa.

A autorização foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (9/5). O fitoterápico será oferecido em forma de solução, com 20 mg/ml de canabidiol (CBD) e cerca de 0,2% de tetrahidrocanabinol (THC).

Até então, a Anvisa aprovava apenas a comercialização de produtos com THC residual (até 0,2%). A nova regulamentação autoriza um marcador ativo, com sua função prevista.

“A diferença nas concentrações é importante, pois possibilita alternativas terapêuticas diferenciadas para o atendimento, considerando a diversidade de indicações e perfis de pacientes”, explica o CEO da empresa, Martim Prado Mattos.

0

De acordo com a head de marketing da GreenCare, Andrea Chulam, os principais beneficiados serão os pacientes com condições que provocam dor crônica, como a fibromialgia; dores oncológicas; e transtornos neurocognitivos, como demência e Alzheimer. O composto também é indicado para estimular o apetite de pessoas com câncer e HIV.

“São doenças que têm urgência e não podem esperar. Quando se tem uma primeira formulação dessa no mercado, com acesso, você consegue atender mais patologias”, afirma Chulam.

A expectativa da GreenCare é que o produto fabricado na Colômbia chegue ao Brasil dentro de seis meses. A Anvisa pondera que o uso deve ser indicado pelo médico que atende o paciente, com avaliação individual de cada caso.

Veja a lista de produtos à base de cannabis aprovados pela Anvisa:

  • Canabidiol Active Pharmaceutical (20 mg/ml);
  • Canabidiol Prati-Donaduzzi (20 mg/ml; 50 mg/ml e 200 mg/ml);
  • Canabidiol NuNature (17,18 mg/ml);
  • Canabidiol NuNature (34,36 mg/ml);
  • Canabidiol Farmanguinhos (200 mg/ml);
  • Canabidiol Verdemed (50 mg/ml);
  • Canabidiol Belcher (150 mg/ml);
  • Canabidiol Aura Pharma (50 mg/ml);
  • Canabidiol Greencare (23,75 mg/ml);
  • Canabidiol Verdemed (23,75 mg/ml);
  • Extrato de Cannabis sativa Promediol (200 mg/ml);
  • Extrato de Cannabis sativa Zion Medpharma (200 mg/ml);
  • Extrato de Cannabis sativa Alafiamed (200 mg/ml);
  • Extrato de Cannabis sativa Greencare (79,14 mg/ml);
  •  Extrato de Cannabis sativa Greencare (160,32 mg/ml) e
  • Extrato de Cannabis sativa Ease Labs (79,14 mg/ml).

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias