metropoles.com

Cães são capazes de identificar pessoas com Covid-19, diz estudo alemão

Com apenas uma semana de treinamentos, os cachorros obtiveram 94% de acerto na identificação de pacientes infectados ou não pelo coronavírus

atualizado

Compartilhar notícia

Um estudo feito com a participação das Forças Armadas da Alemanha mostrou que, após poucos dias de treinamento, cachorros são capazes de identificar pessoas com Covid-19.

Em parceira com a Escola de Medicina de Hannover e o Centro Médico da Universidade de Hamburgo-Eppendorf, as Forças Armadas alemãs treinaram oito cães durante uma semana. Apesar do pouco tempo de adestramento, os animais conseguiram identificar com precisão o novo coronavírus em pacientes infectados. A taxa de sucesso foi de 94%. Ao todo, indicaram corretamente 157 casos positivos e 792 pessoas que tiveram testes negativos para o vírus.

Os cachorros “analisaram” 1.012 pessoas saudáveis e infectadas. Os cães foram capazes de identificar o vírus em amostras de saliva e de secreção respiratória de pacientes contaminados pelo SARS-CoV-2. De acordo com a professora da Universidade de Hamburgo-Eppendorf, Maren von Koeckritz-Blickwede, a suspeita é que os animais percebem algum tipo de “cheiro específico”.

A intenção dos pesquisadores, agora, é treinar os cachorros para que eles possam também detectar a presença de outras doenças respiratórias em humanos.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações