Afinal, suplemento com L-carnitina ajuda a emagrecer?

Substância entrega resultados para performance esportiva, ganho de massa muscular e desenvolvimento cognitivo

atualizado 28/10/2021 20:23

Getty Images

A L-carnitina é um dos suplementos esportivos mais procurados pelos adeptos de atividades físicas. Apesar de ser vendida com a promessa de emagrecimento, este é um ganho secundário, seus principais benefícios são a melhora da performance esportiva e o ganho de massa muscular.

“Ela não tem uma ação tão boa simplesmente para a perda de gordura e peso, mas ajuda no ganho de performance de uma pessoa que está fazendo atividade física, principalmente para o ganho de massa muscular”, explica Fernando Alves, endocrinologista do Hospital Santa Lúcia.

A L-carnitina é uma substância produzida naturalmente pelo organismo a partir da carnitina. Ela é armazenada nos músculos, o que contribui para a geração de energia pelas células e no desempenho durante os exercícios físicos. Não há comprovação científica de que ela ajude na perda de gordura.

A substância pode ser obtida a partir da ingestão de proteínas animais como peixes, carnes, ovos, leites e seus derivados. No entanto, o jeito mais fácil de consegui-la em quantidades suficientes é com a suplementação. Ela pode ser consumida em cápsulas ou em pó e, se possível, em um intervalo próximo à atividade física.

O uso deve ser feito a partir da indicação médica, com avaliação individual. “Depende muito do que o paciente está precisando. Nunca uma pessoa deve fazer uso de medicação ou, até mesmo, suplementação sem acompanhamento médico”, reforça Alves.

Outros benefícios

Além da melhora da resistência física, estudos mostram que a L-carnitina também oferece benefícios para o sistema cognitivo, melhora a produção de espermatozoides entre homens com problemas de infertilidade e colabora para a circulação sanguínea.

“Existem relatos também sobre a melhora no sistema cognitivo, com a melhora do aprendizado, mas o principal, com certeza, é a questão de performance e do ganho de massa muscular”, detalha o médico.

Contraindicação

A principal contraindicação é para as pessoas com problemas cardíacos e doenças hepáticas. Os efeitos colaterais relacionados à L-carnitina mais comuns são gastrointestinais e incluem: náusea, vômito, diarreia, cólica, dor abdominal, estufamento e empachamento. Também podem surgir dores musculares relacionadas aos exercícios.

Veja dicas para ganhar massa muscular mais rápido:

0

 

Mais lidas
Últimas notícias