metropoles.com

Queda de helicóptero na zona oeste de SP deixa 4 mortos

Helicóptero que decolou do Guarujá, no litoral paulista, caiu na tarde desta sexta-feira (17/3), na Barra Funda, zona oeste da capital

atualizado

Compartilhar notícia

Queda de helicóptero na zona oeste de SP deixa 4 mortos
1 de 1 Queda de helicóptero na zona oeste de SP deixa 4 mortos - Foto: null

São Paulo – Um helicóptero de pequeno porte caiu na Barra Funda, bairro da zona oeste da capital paulista, por volta das 14h30 desta sexta-feira (17/3). De acordo com o Corpo de Bombeiros, os quatro homens que estavam na aeronave, incluindo o piloto, morreram.

A queda do helicóptero ocorreu no terreno de uma fábrica têxtil desativada, na esquina das ruas Pedro Luís Alves Siqueira e James Holland. A aeronave levantou voo de um heliponto numa marina no Guarujá, cidade do litoral sul paulista, onde os tripulantes haviam ido almoçar.

9 imagens
Helicóptero caiu após hélice bater em árvore, segundo testemunhas
A aeronave saiu da cidade do Guarujá, no litoral sul de São Paulo, e pousaria no aeroporto Campo de Marte, zona norte da capital
Helicóptero caiu no bairro Barra Funda, na zona oeste da capital paulista
1 de 9

Todas as vítimas da queda do helicóptero são ocupantes da aeronave

Reprodução/ Redes Sociais
2 de 9

Helicóptero caiu após hélice bater em árvore, segundo testemunhas

Reprodução/ Redes Sociais
3 de 9

Fábio Vieira/ Metrópoles
4 de 9

A aeronave saiu da cidade do Guarujá, no litoral sul de São Paulo, e pousaria no aeroporto Campo de Marte, zona norte da capital

Reprodução/ Redes Sociais
5 de 9

Fábio Vieira/ Metrópoles
6 de 9

Helicóptero caiu no bairro Barra Funda, na zona oeste da capital paulista

Reprodução/ Redes Sociais
7 de 9

Fábio Vieira/ Metrópoles
8 de 9

Helicóptero caiu no bairro Barra Funda, na zona oeste da capital paulista

Reprodução/ Google Street View
9 de 9

Fábio Vieira/ Metrópoles

Os bombeiros enviaram nove viaturas para o local, onde encontraram o helicóptero totalmente destruído. Os corpos já foram identificados, mas as autoridades ainda não divulgaram os nomes das vítimas. Três são de São Paulo e uma do Rio de Janeiro.

O helicóptero de prefixo PR-PGC é operado pela empresa de táxi aéreo Helimarte e tem capacidade para quatro pessoas, incluindo o piloto. Ele pousaria no Campo de Marte, na zona norte da capital, a poucos quilômetros do local do acidente.

“A aeronave está completamente destroçada, e as quatro vítimas foram encontradas caídas do lado de fora”, relata o major Yuri Moraes, subcomandante do Corpo de Bombeiros. Pouco antes da queda, o piloto já teria comunicado ao controle do Campo de Marte que faria o pouso.

As causas do acidente vão ser apuradas pela perícia. O Corpo de Bombeiros descarta que a aeronave estivesse levando mais peso do que o permitido.

Testemunhas relatam ter visto a aeronave perder altura, bater em uma árvore e cair no terreno da fábrica desativada. Na hora do acidente, apenas o zelador estava no local.

O porta-voz da Defesa Civil de São Paulo, Robson Bertoloto, acredita que o piloto tenha tentado fazer um pouso forçado no terreno por causa de alguma falha na aeronave.

“Provavelmente, o piloto, em um ato heroico, tentou desviar das marginais e dos prédios e fazer um pouco forçado”, disse Bertoloto.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSão Paulo

Você quer ficar por dentro das notícias de São Paulo e receber notificações em tempo real?