Adeus, mechas danificadas: veja os segredos de um loiro saudável

Quem faz luzes precisa ter maior cuidado para mantê-las saudáveis e bonitas

atualizado 04/09/2019 21:33

Unsplash

Sem dúvida, uma das perguntas que mais recebo é: “Como você consegue ter um cabelo tão saudável, mesmo fazendo luzes?”.

Clarear o cabelo significa despigmentar os fios por meio de agentes químicos, os famosos descolorantes. De fato, esse processo danifica a saúde capilar. Por isso, quem faz luzes precisa ter um cuidado maior para mantê-las saudáveis e bonitas. Afinal, de que adianta clarear as madeixas e deixá-las quebradiças e sem vida?

Apesar de ser loira naturalmente, há alguns anos faço luzes para ressaltar e iluminar os fios. O que faz o meu cabelo suportar tantos anos de química são os tratamentos periódicos e contínuos que compõem a minha rotina.

Costumo aderir a tratamentos específicos no salão pelo menos uma vez por mês. A escolha depende do momento atual dos fios. Por exemplo: antes das luzes, costumo preparar as madeixas com uma cauterização. Depois, faço procedimentos para devolver água, nutrientes e fechar as cutículas, como uma reconstrução capilar. E por aí vai.

É importante encontrar profissionais capacitados e de confiança que vão te acompanhar e orientar de acordo com a necessidade do cabelo naquele momento.

Além disso, outro segredinho que faz toda a diferença para mim é sempre variar os produtos que uso para lavar e hidratar os fios em casa.

Nunca lavo com os mesmos produtos consecutivamente. Sinto que meu cabelo não fica “acostumado” com um produto só e que as propriedades de cada um deles vão se complementando com essa alternância. Aprendi isso testando e garanto: funciona bastante.

Compartilho aqui alguns dos meus favoritos do momento. Se você é loira, pode se jogar neles também:

Mais lidas
Últimas notícias