Com novos laboratórios, Senai vira referência em educação gastronômica

Instituição oferece cursos técnicos, de qualificação e de aperfeiçoamento em áreas como panificação, confeitaria, cozinha industrial, entre outros

Cristiano Costa/DivulgaçãoCristiano Costa/Divulgação

atualizado 17/10/2019 15:17

É inevitável. Basta olhar para as espaçosas ilhas de preparo de alimentos cheias de equipamentos industriais que compõem a nova área de alimentos do Senai Taguatinga para lembrar dos programas gastronômicos de sucesso que passam na TV. “Quando os alunos chegam aqui se impressionam com a grandeza do local e brincam que estão no MasterChef”, conta Alessandra Machado, coordenadora de tecnologia e inovação da instituição. E é mesmo de se espantar. O espaço, recém-inaugurado, está se tornando referência no Distrito Federal quando o assunto é formação e capacitação de profissionais para o mercado de trabalho.

O lugar passou por uma enorme reforma nos últimos três anos que resultou na modernização e ampliação do espaço de 200m² para 900m², na criação de novas e amplas cozinhas, além da aquisição de maquinários e utensílios de última geração. A reestruturação permitiu aumentar em seis vezes a capacidade de atendimento a alunos. Agora, até 120 estudantes – por turno – podem aproveitar os laboratórios de panificação, confeitaria, chocolateria e cozinha pedagógica para aprender na prática as habilidade mais exigidas no concorrido segmento alimentício.

Cristiano Costa/Divulgação
Área de alimentos tem 900 m² e conta com laboratórios para diferentes especialidades

“O investimento no local fez com que conseguíssemos aumentar o nosso portfólio de modalidades técnica, de qualificação e de aperfeiçoamento”, conta Alessandra. De aulas de bolos artísticos e sobremesas da culinária europeia à capacitação para atuar em padarias e cozinhas industriais, os alunos encontram um enorme leque de possibilidades para colocar, literalmente, a mão na massa.

Formação completa
A seleção das disciplinas oferecidas pela instituição visa formar profissionais completos e com todas as competências necessárias exigidas para a plena atuação no segmento. Além das especificidades de cada curso, os professores ensinam sobre boas práticas do mercado, tecnologias de insumo, noções de saúde e segurança no trabalho e até cálculos matemáticos voltados para cozinhas, como conversões de porções e medidas. Após formados, eles são indicados para empresas parceiras e sindicatos do setor.

Cristiano Costa/Divulgação
Equipamentos e ingredientes são fornecidos pelo Senai

“É importante abrir as visões das pessoas que chegam aqui e mostrar o quão longe podem ir nessas profissões”, comenta Alessandra. Ela tem razão. Na contramão da crise, a área de alimentos não para de crescer. O Instituto de Foodservice Brasil (IFB), que representa o setor de alimentação fora do lar, projeta uma expansão de 7,7% para este ano. Em 2015, as vendas tiveram alta de 6,2%. Com isso, seja na indústria ou na prestação de serviços, as possibilidades se multiplicam e animam estudantes, empreendedores e profissionais do ramo.

Jovens talentos
É o caso de Larissa Carvalho, de 18 anos, que há um ano e meio faz o curso de panificação da instituição.

Aqui encontrei uma infraestrutura excelente que não se acha em qualquer lugar. Além disso, os professores têm uma vasta experiência com bagagem até no exterior

Larissa Carvalho, estudante

Craque na produção de pães com fermentação natural, ela se inspira no modo de preparo da cozinha internacional para elaborar uma das coisas que mais gosta: biscoitos em forma de escultura. “Lá fora eles têm a tendência de usar ingredientes mais naturais, para valorizar uma alimentação mais saudável”, explica.

Fernando Braga/Metrópoles
Larissa Carvalho, 18 anos: “A estrutura é excelente”

O talento da jovem fez com que ela fosse selecionada para representar o Distrito Federal na Olimpíada do Conhecimento, a maior competição de educação profissional das Américas. Como forma de preparação para o torneio, ela treina, em média, 12 horas por dia e conta com a ajuda de professores para realizar pesquisas e experimentos. Cheia de sonhos, Larissa espera seguir estudando e aprendendo cada vez mais sobre a arte de cozinhar. “No futuro, gostaria de fazer um curso de especialização na Alemanha e depois, quem sabe, ensinar o que aprendi em missões na África.”

Para aprendizes e experientes
Os cursos oferecidos pelo Senai têm inscrições abertas todos os semestres e contam com carga horária variável. Enquanto os de qualificação têm 200 horas (dois meses e meio), os técnicos chegam a 1000 horas (até dois anos). Já os de aperfeiçoamento são mais rápidos e variam de dois dias a uma semana. Para realizar a pré-matrícula e ter mais informações, basta acessar o site do Senai.

A instituição também oferece serviços de consultoria como workshops e implantação das boas práticas para serviços de alimentação, desenvolvimento de dizeres de rotulagem, desenvolvimento de processos produtivos, auditorias e gestão para a segurança de alimentos e auditorias de controle interno (APPCC).

Senai – Taguatinga
Endereço: Área Especial nº 2 – Setor “C” Norte
Telefone Geral: (61) 3353-8700
Central de Atendimento: (61) 3353-8715 / 3353-8716 / 3353-8718 / 3353-8719
E-mail: senai.taguatinga@sistemafibra.org.br

Últimas notícias