Papa Francisco surge de máscara após caso de Covid-19 em residência oficial

O pontífice foi criticado por não utilizar o equipamento de proteção individual durante as aparições públicas

atualizado 20/10/2020 16:25

Papa durante cultoGREGORIO BORGIA/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Após ser alvo de críticas por não usar máscara de proteção durante aparições em público, o papa Francisco apareceu com o equipamento de proteção individual contra o novo coronavírus nesta terça-feira (20/10).

A aparição do pontífice ocorreu em culto de orações pela paz na Brasília de Santa Maria, em Roma, na Itália. O papa já havia utilizado máscara em ocasiões anteriores. No entanto, nunca em público, apenas dentro dos veículos que o levavam para compromissos no Vaticano.

Recentemente, um morador da Casa Santa Mara, residência oficial do pontífice, foi diagnosticado com Covid-19. O caso ligou o alerta do governo local.

O infectado está assintomático e foi colocado em isolamento, assim como quem teve contato com ele. Além dele, o Vaticano contabilizou outros três casos de Covid-19 entre residentes e cidadãos.

O uso obrigatório do aparato foi determinado pelo governo local em todo território. A medida é válida, também, para territórios romanos e edifícios que estão sob sua jurisdição.

0

Últimas notícias