*
 

Uma mulher foi presa acusada de alimentar seu enteado com feijão temperado com laxante e pimenta, impedí-lo de beber água, trancá-lo no armário por horas e ainda abusar psicologicamente da criança dizendo que ele era filho de outra mulher.

De acordo com o Daily Mail, Danielle Miller, de 31 anos, está presa por cárcere privado, retenção ilícita, descuido e assédio. O pai do menino também foi preso por não impedir que os maus-tratos acontecessem.

A madrasta ainda foi mais longe. Segundo os investigadores, Miller prendeu as pernas do menino com fita adesiva, trancou-o em um armário e, para causar terror, riscava as paredes falando que aquilo eram ratos que pegariam o menino.

Ele também foi queimado, espancado e insultado pela mulher. A polícia acredita que atos dela eram incentivados pelo fato do menino não ser seu filho biológico. A vítima está agora aos cuidados de outros familiares.

 

 

COMENTE

abusotorturamãeFilhoabuso psicológico
comunicar erro à redação

Leia mais: Violência