*
 

A imprensa colombiana informa que o goleiro Marcos Danilo Padilha, 31 anos, é um dos três jogadores da Chapecoense que sobreviveram à queda do avião que levava a equipe a Medellín, na Colômbia, na madrugada desta terça-feira (29/11). O goleiro reserva Jackson Follmann, 24, e o lateral Alan Ruschel, 27, também estão sendo atendidos em hospitais da região. Uma tripulante teria sido resgatada com vida.

A aeronave, com 81 pessoas a bordo, caiu em uma região de difícil acesso nas cercanias do Aeroporto Medellín. A Chapecoense disputaria a final da Copa Sulamericana nesta quarta, em Medellín, contra o Atlético Nacional.

O voo partiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em direção a Medellín, mas se acidentou pouco antes de chegar à segunda maior cidade da Colômbia.

Pelo menos 71 pessoas teriam morrido, segundo a polícia colombiana. Em comunicado divulgado no Twitter, o Aeroporto de Medellín confirmou o resgate de seis sobreviventes do acidente envolvendo o avião que transportava o time da Chapecoense à Colômbia. Relatos iniciais indicavam ao menos 10 resgatados.

Jornalistas da rede de TV Fox Brasil estariam entre os 72 passageiros do voo, além de outros profissionais da imprensa. Rádios locais afirmam que as equipes de resgate têm dificuldades de locomoção e ainda não chegaram ao local do acidente, devido à baixa visibilidade e ao terreno acidentado.

 

 

 

COMENTE

acidenteMedellínChapecoense
comunicar erro à redação

Leia mais: Transporte