Site do Vaticano sai do ar e levanta suspeita de ataque hacker

Recentemente, o papa Francisco condenou o conflito armado na Ucrânia e atribuiu a minorias étnicas a crueldade que tem ocorrido na região

atualizado 30/11/2022 21:19

Vaticano Fabrizio Villa/Getty Images

O site oficial do Vaticano saiu do ar nesta quarta-feira (30/11). A queda inesperada levantou suspeitas de que o domínio vatican.va teria sido alvo de um ataque hacker.

“Investigações técnicas estão em curso devido a tentativas anormais de acesso ao website”, afirmou o porta-voz da Santa Sé, Matteo Bruni, à Reuters.

O acontecimento ocorre após o governo russo repudiar uma declaração do papa Francisco. À revista Jesuit, na última segunda-feira (28/11), o pontífice falou sobre o conflito armado na Ucrânia.

O líder máximo da Igreja Católica lembrou do povo ucraniano como um povo que tem sido “martirizado”. O pontífice afirmou que a crueldade do conflito não provém da tradição russa. Segundo ele, a crueldade vem, em grande parte, dos Chechenos e de outras minorias étnicas.

“Às vezes eu tento não especificar para não ofender, mas sim condenar no geral, embora é bem conhecido quem eu estou condenando”, afirmou o papa, que também condenou o Estado Russo na entrevista.

Mais lidas
Últimas notícias