*
 

Médicos italianos conseguiram separar, com sucesso, as gêmeas siamesas Rayenne e Djihenne, de 1 ano de idade, em uma intervenção cirúrgica realizada pelo Hospital Menino Jesus, em Roma.

O procedimento durou cerca de 10 horas. A cirurgia contou com a presença de uma equipe de 40 pessoas, liderada pelo diretor do hospital, Alessandro Inserra.

“Quando elas chegaram da Argélia, eram recém-nascidas e muito frágeis”, explicou Inserra, que utilizou um método especial para diminuir o tempo da cirurgia, que em média dura de 18 a 20 horas.

Nas próximas semanas, o hospital irá realizar outra cirurgia de separação, mas desta vez será em gêmeas siameses do Burundi. As cirurgias fazem parte das missões humanitárias promovidas pelo Hospital Pediátrico da Santa Sé.