Rede pede desculpas por suéter de Papai Noel que cheira cocaína

Rede Walmart canadense alegou que parceiro comercializava a peça. Além do casaco, camisetas inapropriadas estavam disponíveis no site

atualizado 09/12/2019 16:54

Reprodução

Uma rede de supermercados Walmart, no Canadá, passou por uma saia justa ao vender uma roupa natalina. A intenção era comercializar um suéter de Natal, mas acontece que a peça continha um Papai Noel que cheira cocaína. A informação é do jornal Extra.

Após a repercussão negativa, a rede se desculpou pela situação e retirou o casaco e camisetas com conteúdos impróprios do site.

“Esses suéteres, vendidos por um vendedor de terceiros no Walmart.ca, não representam os valores do Walmart e não têm lugar no nosso site. Removemos esses produtos do nosso mercado. Pedimos desculpas por qualquer ofensa não intencional que isso possa ter causado”, disse um porta-voz da empresa.

Conteúdo impróprio
O suéter mostrava um Papai Noel com três linhas de substância branca junto com a frase “deixe nevar”. “Todos sabemos como a neve funciona. É branca, pulverulenta e a melhor neve vem diretamente da América do Sul”, dizia a descrição da peça.

Além do casaco, outros produtos à venda mostravam o Papai Noel em situações comprometedoras, inclusive sem as calças em uma privada, fazendo massagem e assando as “castanhas” perto de uma lareira.

Últimas notícias