*
 

Os estados de Washington e Nova York irão se unir ao Havaí para a apresentação de ações judiciais contra o decreto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que proíbe a entrada de imigrantes de seis países em território americano.

O procurador-geral de Nova York, Eric Schneiderman, disse que o novo decreto de Trump é uma nova “proibição muçulmana, mas com outro nome”.

Na quarta-feira, o Havaí apresentou sua própria ação judicial contra o segundo decreto anti-imigração de Trump, dizendo que a ação irá prejudicar a sua população muçulmana, o turismo e os estudantes estrangeiros.

 

 

COMENTE

Nova YorkimigraçãodecretoTrump
comunicar erro à redação

Leia mais: Política