Venezuela: Assembleia impede acesso de Guaidó e elege adversário

Juan Guaidó e apoiadores denunciam golpe por não conseguirem participar da eleição que escolheu aliado de Maduro ao comando do parlamento

Hugo Barreto/Metrópoles

atualizado 05/01/2020 17:41

A Assembleia Nacional da Venezuela elegeu, neste domingo (05/02/2020), o deputado Luis Antonio Parra como seu presidente, em uma sessão que impediu o acesso do atual presidente do parlamento e presidente autoproclamado do país, Juan Guaidó. Dos 167 deputados, participaram da sessão apenas 84 parlamentares.

Fora da Assembleia, Guaidó chegou a tentar pular uma cerca para entrar no parlamento, mas foi contido por militares da Guarda Nacional Bolivariana. Seus apoiadores tampouco tiveram acesso livre, ao contrário dos deputados chavistas.

A cena foi filmada e divulgada pela conta do jornalista venezuelano Gregory Jaimes no Twitter. Veja:

Parra é membro do partido Primero Justicia e, apesar de oficialmente ser da oposição, é apoiado pelo grupo do ex-presidente Hugo Chávez. Os chavistas têm 55 cadeiras na Assembleia – as 112 demais são ocupadas por oposicionistas.

As eleições para a presidência da Assembleia Nacional são realizadas em meio a denúncias de que o governo de Nicolás Maduro estaria oferecendo dinheiro para que deputados votassem contra Guaidó.

Nesta semana, Guaidó havia anunciado um acordo para reelegê-lo que contava com o apoio inclusive do Primero Justicia, embora já houvesse denunciado uma campanha para tentar desestabilizá-lo.

Últimas notícias