Trump ameaça Irã: se retaliar, reação pode ser “desproporcional”

Presidente estadunidense voltou a prometer ataque amplo caso forças iranianas atinjam alvos americanos em retaliação à morte de Suleimani

atualizado 05/01/2020 18:47

Joe Raedle/Getty Images

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou, neste domingo (05/01/2020), que pode responder de maneira “talvez desproporcional” a uma eventual reação iraniana que atinja alvos ou pessoas americanas. As declarações foram dadas pelo Twitter.

Ele também disse que sua sequência de posts nas redes sociais servirá como “notificação” ao Congresso dos Estados Unidos de que ele irá “contra-atacar rapidamente e com toda força” caso o Irã ataque. “Não é necessário fazer esse aviso (ao parlamento), mas está sendo dado mesmo assim.”

Mais cedo, Trump já havia destacado que os EUA gastaram US$ 2 trilhões em equipamento militar e que enviaria parte dele ao Irã “sem hesitação” se americanos fossem atacados. “Nós somos os maiores e de longe os melhores do mundo”, escreveu.

Trump foi criticado por não ter notificado o Congresso sobre sua decisão de ordenar o ataque que resultou na morte do general iraniano Qassim Suleimani. Pelos termos da Resolução de Poderes de Guerra, a notificação de que os EUA se engajaram em atos militares tem que ser feita em até 48 horas.

Últimas notícias