Evo Morales deixa Argentina e vai para a Venezuela após vitória de aliado

O ex-presidente disse, dias atrás, que planeja retornar à Bolívia. Contudo, ainda não há uma data definida

atualizado 23/10/2020 23:49

Alexis Demarco/APG/Getty Images

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, partiu nesta sexta-feira (23/10) da Argentina com destino a Caracas, capital da Venezuela, em um avião oficial do governo venezuelano. A informação é da agência oficial Télam.

Morales, que estava em Buenos Aires desde dezembro como refugiado, deixou o aeroporto internacional de Ezeiza, em Buenos Aires, às 17h15.

De acordo com a imprensa local, o líder do Movimento pelo Socialismo (MAS) retornará à capital argentina no próximo domingo.

Morales anunciou dias atrás que planeja retornar à Bolívia, em uma data ainda não definida, após o triunfo retumbante de seu candidato, Luis Arce, nas eleições presidenciais do último domingo.

Morales renunciou à Presidência da Bolívia em 10 de novembro de 2019 após perder o apoio das Forças Armadas em meio a denúncias de fraude.

Ele viajou pela primeira vez para o México e depois se refugiou na Argentina após a posse do peronista Alberto Fernández em 10 de dezembro.

Últimas notícias