Pela primeira vez na história, revista “Time” muda logotipo: “Vote”

No país, o voto não é obrigatório, mas já há uma grande mobilização para as pessoas a irem às urnas no próximo dia 3

atualizado 22/10/2020 18:01

Reprodução

A edição desta semana da revista “Time” virou assunto no mundo todo, após a publicação, com o objetivo de incentivar a participação dos americanos na eleição de 3 de novembro, trocar o logotipo no alto de sua capa para “Vote”. É a primeira vez na história que veículo norte-americano muda sua marca.

Nos Estados Unidos, o voto não é obrigatório, mas há uma grande mobilização para as pessoas a irem às urnas no próximo dia 3.

A campanha

De acordo com publicação da revista, “com o pico de casos da Covid-19 e o presidente dos Estados Unidos tuitando informações falsas sobre a votação”, a temporada eleitoral está se revelando algo “selvagem e confuso”.

Segundo Edward Felsenthal, editor-chefe e diretor-executivo da publicação, a mensagem foi uma forma de marcar um momento histórico.

“Poucos eventos moldarão o mundo mais do que o resultado da próxima eleição presidencial dos Estados Unidos”, escreveu em nota aos leitores.

Nas redes sociais, o editor-chefe compartilhou o feito: “Nossa nova capa, a primeira vez em nossa história substituímos o logotipo. Com um relatório especial sobre a votação nesta eleição histórica”.

Votações

Segundo informações do US Elections Project, que monitora a votação antecipada, mais de 45 milhões de eleitores já votaram. A maioria enviou sua cédula por correio – 32,5 milhões. Outros 12,7 milhões de americanos votaram pessoalmente.

0

Últimas notícias