Parentes e amigos das vítimas do 11 de Setembro prestam homenagens em NY

Em 2001, quatro aviões americanos foram sequestrados por membros do grupo Al-Qaeda. Dois deles se chocaram contra as torres gêmeas

atualizado 11/09/2021 14:10

Mike Segar-Pool/Getty Images

Na data em que a tragédia completa 20 anos, familiares e autoridades americanas realizam uma cerimônia em homenagem às vítimas dos atentados terroristas de 11 de Setembro, em Nova York, na manhã deste sábado (11/9).

Nesta mesma data em 2001, quatro aviões americanos foram sequestrados por membros do grupo Al-Qaeda; e dois deles se chocaram contra as Torres Gêmeas, provocando o desabamento do empreendimento e causando 3 mil mortes. O local atualmente é conhecido como Marco Zero. Por lá, parentes e amigos leem depoimentos emocionados e o nome de cada vítima.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Além dos aviões que se chocaram contra as torres gêmeas, a Al-Qaeda ainda lançou um terceiro avião contra o Pentágono, na capital Washington DC. No local, também ocorre um tributo aos mortos.

O quarto avião, que seria arremessado no capitólio, foi derrubado em um campo vazio. Lá, a vice-presidente Kamala Harris e o ex-presidente George W. Bush fizeram um discurso às vítimas.

Com palavras sobre tolerância e acolhimento aos imigrantes, o ex-presidente chamou atenção para a diferença entre islamismo e terrorismo, e destacou a importância da nação norte-americana se manter unida. Na época do atentado,  Bush era o comandante-chefe dos Estados Unidos. O presidente decretou “guerra ao terror”, após a tragédia.

Mais lidas
Últimas notícias