*
 

O Papa Francisco está investigando mais fundo as raízes do escândalo de abuso sexual no Chile ao se reunir com sacerdotes que foram treinados em uma espécie de comunidade de culto católico e que sofriam abusos sexuais.

Francisco celebrou uma missa neste sábado (2/6) com três padres treinados pelo reverendo Fernando Karadima, um poderoso pregador chileno que foi sentenciado pelo Vaticano em 2011 a uma vida de penitência e oração por ter abusado sexual e espiritualmente de jovens da paróquia por meio de abuso de poder.

O Vaticano disse que a missa e os encontros de final de semana ajudarão o papa a entender a vida dentro da comunidade de El Bosque, de Karadima. O local formou cerca de 30 padres e quatro bispos nos últimos anos. Francisco deseja ajudar os religiosos a se curarem “conforme eles se tornam conscientes de suas próprias feridas”.

 

 

COMENTE

Abuso sexualchilepapa francisco
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo