Mulher mata homem durante sexo para vingar morte de general iraniano

Nika Nikoubin, de 21 anos, disse que desejava apenas machucar a vítima. Crime ocorreu em hotel de Nevada, nos Estados Unidos

atualizado 16/03/2022 12:06

Nika Nikoubin, de 21 anos, enfrenta acusações de tentativa de homicídio, roubo e agressão Divulgação/ Departamento de Polícia de Henderson

Uma mulher de Las Vegas, nos Estados Unidos, teria esfaqueado um homem durante relação sexual para vingar a morte de um general iraniano, de acordo com relatório policial. O ataque ocorreu no dia 5 de março, no hotel e cassino Sunset Station, em Henderson, Nevada. Ela foi identificada como Nika Nikoubin, de 21 anos.

De acordo com a polícia local, Nikoubin conheceu a vítima no aplicativo de namoro Plenty of Fish” e se encontrou com ele pela primeira vez no hotel. Ela teria esfaqueado o pescoço dele duas vezes, enquanto ele estava vendado. A vítima sentiu uma dor forte e, ao tirar o pano dos olhos, confrontou a agressora, que disse estar arrependida e fugiu do quarto.

Foi nesse momento que o homem ligou para a polícia.

Nika Nikoubin, de 21 anos
Nika Nikoubin, de 21 anos

Quando capturada, Nikoubin disse à polícia que sua ação foi “em vingança pela morte do general Qasem Soleimani pelas tropas americanas”. De acordo com a BBC, Soleimani (o líder da Força Quds, unidade especial do Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica do Irã) foi morto quando um drone dos Estados Unidos atingiu o Iraque em janeiro de 2020.

Na época, o então presidente Donald Trump dissse que ele havia sido “direta e indiretamente responsável pela morte de milhões de pessoas”.

A agressora disse, porém, que desejava apenas machucar a vítima, e não matá-lo. Depois do ataque, enquanto corria pelas escadas do hotel, ela usou o telefone local para dizer a um funcionário que havia esfaqueado um homem. Quando a polícia chegou, ela apontou que a faca que havia usado estava nas escadas.

Registros do tribunal mostram que Nikoubin enfrenta acusações de tentativa de homicídio, roubo e agressão. O seu próximo julgamento está marcado para o dia 24 de março.

Mais lidas
Últimas notícias