Mulher chama polícia após homem negro pedir que ela ponha coleira em cão

"Vou dizer a eles que um homem afro-americano está ameaçando minha vida", diz a mulher em vídeo que viralizou

atualizado 26/05/2020 15:24

Reprodução

Um vídeo publicado nas redes sociais nessa segunda-feira (25/05) viralizou ao mostrar uma mulher branca chamando a polícia após um homem negro pedir que ela colocasse uma coleira no cachorro dela.

As cenas, gravadas em uma área do Central Park, em Nova York, conhecida como The Ramble mostram Amy Cooper gritando com o observador de pássaros Christian Cooper (sem relação de parentesco) após ele avisá-la que a área não permitia cães soltos.

Christian disse à CNN que ela se recusou a colocar a coleira e, depois disso, ele ofereceu um biscoito para o animal. Amy afirmou que se sentiu ameaçada porque não sabia do que eram feitas as guloseimas. Nas imagens, é possível ouvi-la dizendo: “Estou tirando uma foto e chamando a polícia. Vou dizer a eles que um homem afro-americano está ameaçando minha vida”.

Logo depois, a mulher diz ao telefone: “Há um homem afro-americano. Estou no Central Park. Ele está me gravando e ameaçando a mim e a meu cachorro”. O vídeo já tem quase 28 milhões de visualizações. Com a viralização, a mulher foi afastada da sua posição na empresa de investimentos Franklin Templeton.

Além disso, ela entregou o pet para um grupo de proteção aos animais depois que foi acusada de maus-tratos por aparecer nas cenas arrastando e puxando o cachorro. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, classificou a cena como “racismo, puro e simples”.

Pelo Twitter, ele ainda acrescentou: “Ela chamou a polícia PORQUE ele era um homem negro. Mesmo sendo ela quem quebrou as regras. Ela decidiu que ele era o criminoso e sabemos o porquê.   Esse tipo de ódio não tem lugar em nossa cidade”. 

Últimas notícias