metropoles.com

Número de mortes na guerra sobe para 1,7 mil israelenses e palestinos

Ao todo, guerra entre Israel e o Hamas deixou outros quase 5 mil feridos em Israel, Gaza e Cisjordânia, no epicentro do conflito

atualizado

Compartilhar notícia

Amir Levy/Getty Images
Soldados israelenses removem os corpos de civis, que foram mortos dias antes em um ataque de militantes palestinos neste kibutz perto da fronteira com Gaza - Metrópoles
1 de 1 Soldados israelenses removem os corpos de civis, que foram mortos dias antes em um ataque de militantes palestinos neste kibutz perto da fronteira com Gaza - Metrópoles - Foto: Amir Levy/Getty Images

O governo de Israel estima que mais de 900 cidadãos israelenses tenham sido mortos, e outros 2,6 mil ficaram feridos, durante a guerra contra o grupo extremista islâmico Hamas, que já dura quatro dias consecutivos. A atualização mais recente foi divulgada na manhã desta terça-feira (10/10) pela embaixada de Israel no Brasil.

Em territórios palestinos, a estimativa é que outras 787 pessoas tenham morrido e 4,9 mil ficaram feridas. Desde o episódio mais recente do conflito, já são mais de 1,7 mil mortos e 7,5 mil feridos em Gaza, Cisjordânia e Israel. Além disso, segundo autoridades, 1,5 mil corpos de integrantes do Hamas foram encontrados em território israelense.

0

A maior ofensiva do Hamas contra o território israelense culminou em um episódio mais sangrento na história da região que vive décadas de conflito. Nesta terça-feira, Israel bombardeou a Faixa de Gaza pelo quarto dia consecutivo e anunciou um bloqueio total à região controlada politicamente pelo Hamas, incluindo a proibição da entrada de alimentos e água potável.

O exército israelense divulgou que cerca de 100 mil soldados de reserva se concentraram perto da cerca com Gaza.

Repatriação durante a guerra

Até o momento, 2.377 brasileiros em Israel se inscreveram no processo para repatriação ao Brasil, de acordo com a Embaixada Brasileira em Tel Aviv. O território israelense foi atacado pelo grupo radical Hamas no último sábado (7/10).

Grande parte dos inscritos são turistas que visitavam a capital israelense e Jerusalém. Para solicitar a repatriação, os brasileiros preencheram o formulário on-line disponibilizado pelo Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty.

A Embaixada do Brasil em Tel Aviv estima que há 14 mil brasileiros residentes em Israel e 6 mil na Palestina. A grande maioria deles está fora da área afetada pelos ataques.

Segundo informações da Operação Voltando em Paz, da Força Aérea Brasileira (FAB), o primeiro voo para resgatar os brasileiros em Israel deve retornar ao Brasil na madrugada desta quarta (11/10) e pousar em Brasília por volta da 1h.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações