México adota medidas de segurança em cânion após tragédia em Capitólio

Autoridade pediu que cooperativas que cuidam do Cañon del Sumidero prestem atenção às medidas de segurança no local

atualizado 11/01/2022 17:25

Cañon del Sumidero tem similaridades com CapitólioGetty Images

O governo do México adotou novas medidas de segurança em Cañon del Sumidero, ponto turístico com paredes de quase mil metros de altura no sul do país. A decisão veio após o desabamento de uma rocha em Capitólio (MG), local similar ao cânion mexicano.

Segundo a rede ForoTV, o secretário de Proteção Civil de Chiapas, Luis Manuel García, pediu, nessa segunda-feira (10/1), que as cinco cooperativas que prestam serviços de turismo no Cañon del Sumidero respeitem acordos de segurança.

“Dentre esses acordos: que as lanchas das cooperativas não circulem próximo aos paredões. É a primeira medida. Está proibido se aproximar dos paredões. E, em certos lugares, isso todos sabem, diminuir a velocidade de navegação das lanchas para não provocar ondas”, disse ele.

Em janeiro de 2020, uma rocha se desprendeu da parede do cânion mexicano, mas não houve feridos. Na data do acidente em Capitólio, imagens do acidente chegaram a circular pelas redes sociais indicando que o caso teria acontecido no México.

Mais lidas
Últimas notícias