Menina de 4 anos morre de fome e é devorada por ratos. Pais são presos

Pré-julgamento do caso trouxe à tona crueldade contra a pequena Willow Duun

atualizado 08/12/2021 14:02

Crime na Austrália caso Willow DunnReprodução

Uma menina de apenas 4 anos morreu de fome e foi devorada por ratos depois de ser abandonada pelo pai, Mark Dunn, e a mulher dele, Shannon White, na Austrália. Willow Dunn estava com feridas profundas e o rosto deformado quando foi encontrada pela polícia.

O episódio violento teria ocorrido em 25 de maio, mas detalhes do crime vieram à tona nessa segunda-feira (7/12) durante audiência de pré-julgamento do casal, que é acusado de assassinato e crueldade infantil.

Segundo o jornal The Mirror, a criança era portadora da Síndrome de Down e teria morrido dois dias antes de ser achada. Conforme paramédicos que a analisaram, Willow teve o rosto devorado por ratos.

Autópsia mostrou que a pequena também tinha sinais de pancreatite, geralmente causada por má nutrição ou desidratação crônica. O casal, responsável pelos cuidados de Willow, será julgado na Suprema Corte e está em prisão preventiva.

Mais lidas
Últimas notícias