Homem é preso após causar incêndio florestal na Austrália

Suspeito de 36 anos foi capturado por moradores que o viram vagando pela mata e iniciando fogo com pedaços de papel queimados

ReproduçãoReprodução

atualizado 09/01/2020 7:14

Um australiano de 36 anos, procedente de Nova Gales do Sul, foi preso sob suspeita de iniciar um incêndio florestal que tomou grandes proporções em Victoria.

De acordo com o jornal Daily Mail, Michael Truong, que não tem endereço fixo, foi capturado por moradores de Johnsonville, a cerca de 20 quilômetros a Leste de Bairnsdale, região de Victoria devastada pelo fogo desde a semana passada.

Eles acharam suspeita a atitude do homem, depois que viram o veículo dele, licenciado em Nova Gales do Sul, vagando pelas matas.

Em uma inspeção mais minuciosa, os moradores alegaram que Truong havia incendiado pedaços de papel em uma mata densa da região. O homem tentou escapar, mas foi perseguido pela população, que o segurou até a chegada das autoridades.

A sargento Margaret Schulz, da Unidade de Investigação Criminal de East Gippsland, elogiou as pessoas que detiveram Truong, evitando uma tragédia maior. “Foi um incêndio muito pequeno e certamente não está ligado ao que está acontecendo em relação a todos os outros incêndios. Todos os nossos incêndios foram iniciados por raios”, explicou.

Segundo o Daily Mail o homem enfrentou a fúria dessas pessoas quando apareceu no Tribunal de Magistrados de Bairnsdale, onde foi acusado formalmente.

Destruição pelo fogo

Mais de meio bilhão de hectares de terra em Victoria foram queimados em East Gippsland, com dezenas de propriedades perdidas e muitas comunidades remotas deixadas sem cobertura de energia e telefone. Três pessoas foram confirmadas mortas no leste de Victoria.

Últimas notícias