Média móvel de mortes por Covid-19 em Israel cai para 2 casos por dia

Com mais da metade da população vacinada, país não registrou nenhuma morte no sábado (1º/5)

atualizado 02/05/2021 14:44

Carolina Rizzo

Com mais da metade da população de pouco mais de 9 milhões de habitantes vacinada, Israel não registrou mortes por Covid-19 neste sábado (1º/5), como informa o Ministério da Saúde do país. A média de óbitos dos últimos 7 dias – a média móvel – é de duas mortes.

Veja gráfico do Google:

Até esta data, 5.401.155 pessoas foram vacinados com a primeira dose e 5.049.828 com a segunda. Há 100 pacientes em situação crítica ou difícil internados em hospitais, segundo os dados oficiais.

No sábado, houve 13 novos casos da doença no país. Há 1,313 diagnósticos ativos da doença no país (pessoas que foram testadas e ainda não se curaram). A porcentagem de testes positivos feitos no sábado ficou em 0.1%.

Sem mortes

Em 24 de abril de 2021, Israel registrou o primeiro dia sem mortes por Covid-19, em 10 meses. O bom resultado deve-se à vacinação em massa e ao lockdown restrito adotado na pior fase da infecção.

Cerca de 15% da população de Israel teve Covid-19 nos últimos seis meses, e pesquisadores locais consideram que, somando esse número ao de vacinados, o país já teria ultrapassado os 70% necessários para atingir a imunidade de rebanho.

Assim, o país começa a retomar a normalidade e dispensar uso de máscaras, por exemplo.

Em 30 de abril, Israel voltou a receber aos poucos turistas que comprovem ter sido vacinados. A ideia é que até julho todos os visitantes imunizados contra o coronavírus com as fórmulas aprovadas pela FDA (Administração de Alimentos e Drogas dos Estados Unidos) ou pela EMA (Agência de Medicamentos Europeia) possam entrar no país.

O plano excluiria os brasileiros que foram vacinados com a Coronavac, uma vez que o imunizante ainda não foi reconhecido pelos órgãos citados.

Últimas notícias