*
 

A juíza da Audiência Nacional da Espanha, Carmen Lamela, emitiu nesta sexta-feira (3/11), uma ordem europeia de busca e captura contra o governador destituído catalão, Carles Puigdemont, e quatro de seus ministros, investigados por rebelião e sedição por seu papel na declaração de independência na Catalunha.

Puigdemont partiu para a Bélgica depois que o governo regional da Catalunha foi destituído pelo primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, horas depois de o Parlamento catalão fazer uma declaração unilateral de independência na sexta-feira passada.

A ordem para capturar e prender Puigdemont e seus colaboradores está dirigida às autoridades judiciais belgas, onde “aparentemente estão os cinco investigados” que não se apresentaram perante a Justiça espanhola, informou o alto tribunal em Madri.

Pouco depois da divulgação da ordem juíza espanhola, um porta-voz da procuradoria federal da Bélgica confirmou o recebimento do pedido e disse que a Justiça do país “estudaria” como proceder no caso. “Estudaremos e, logo, será enviada para um juiz de instrução”, explicou Eric Van der Sijpt.

 

 

COMENTE

EspanhacatalunhaCarles Puigdemont
comunicar erro à redação