*
 

A britânica Hannah Moore, depois de sofrer três anos por conta de uma unha encravada, pagou para sua própria perna para ser amputada.

A menina, de apenas 19 anos, removeu a unha do dedão do pé direito em 2012, depois de meses de desconforto. Mas em poucos dias, ela começou a sofrer uma dor insuportável. Segundo reportagem do Mirror, um simples toque na perna a deixava em lágrimas. No entanto, não havia nenhum sinal de infecção.

Depois de inúmeros exames, os médicos diagnosticaram Hannah com uma condição dolorosa rara: Síndrome complexa de dor regional — um tipo de dor crônica que pode ser desencadeada por uma pequena cirurgia. Com o tempo, outros sintomas começaram a aparecer. Úlceras se formaram ao redor do pé de Hannah, que ficou preto e escamoso. Além disso, um enorme buraco em carne viva apareceu no membro inferior da menina (veja galeria de fotos).

Depois de inúmeros tratamentos sem resultados, Hannah tomou a decisão de pagar para ser amputada, mesmo contra indicação médica.

Fã de esporte, a menina disse que foi a melhor saída. Aliviada, Hannah já tem planos para o futuro: quer competir nos Jogos Paralímpicos de 2020. “Eu não poderia estar mais feliz agora que tive minha perna amputada. Eu não estava com medo, estava animada”, afirmou ao jornal. “Os últimos três anos foram um pesadelo absoluto. É incrível como minha vida mudou por causa de uma unha encravada.”

IMAGENS FORTES!

 

 

COMENTE

unha
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo