Internautas fazem desafio Bird Box. PF e Netflix alertam sobre perigo

Em vídeos, pessoas com os olhos vendados sofrem acidentes. Plataforma e PF pediram cuidado aos assinantes

atualizado 03/01/2019 15:40

Netflix/Divulgação

Desde o lançamento de Bird Box, na Netflix, muitos memes surgiram na internet, os quais brincam com os nomes dos garotos que acompanham Malorie (Sandra Bullock) com situações que seria melhor não ver. Porém, houve quem entrasse no desafio Bird Box, o que motivou a plataforma de streaming e até a Polícia Federal a emitirem comunicados.

Vídeos publicados no Twitter ou no YouTube com a hashtag #BirdBoxChallenge mostram pessoas tentando fazer atividades do dia a dia com os olhos vendados. Alguns se arriscam a andar pelas ruas sem ver e prolongam o desafio por 24 horas. O filme fez tanto sucesso que, em sete dias, Bird Box foi visto por 45 milhões de assinantes e bateu recorde da Netflix.

Nesta quinta-feira (3/1), a Polícia Federal de Pernambuco divulgou um comunicado orientando que pais e responsáveis redobrem a atenção aos filhos. “No Youtuber já tem inclusive vários vídeos com adolescentes brasileiros realizando tais desafios”, comentoua corporação. Ainda segundo a PF, dependendo da situação, quem incentiva ou induz tais práticas, poderá ser responsabilizado por lesão corporal grave ou seguida de morte com penas que podem variar de 1 até 12 anos de reclusão.

Já a Netflix, em seu perfil oficial no Twitter, a plataforma deixou um alerta para os que aceitam o desafio. “Não acredito que tenho de dizer isso, mas: por favor, não se machuquem com o desafio Bird Box. Nós não sabemos como começou, e apreciamos o amor [pelo filme], mas o Garoto e a Garota têm apenas um desejo para 2019 e é que vocês não acabem em um hospital por causa de memes”, disse a nota.

Casa de Bird Box vira atração turística
Alerta de pequeno spoiler nesse trecho. Os fãs do filme estrelado por Sandra Bullock tiveram outra atitude inusitada: transformar uma casa, em uma cidade da Califórnia, em ponto turístico. Isso porque a propriedade é a mesma que aparece no longa metragem, onde Malorie e outras pessoas da trama se refugiam da criatura que provoca suicídios.

Localizada em Monrovia, a residência tem sido alvo de visitantes todos os dias, que chegam para tirar fotos, inclusive com os olhos vendados. A dona da casa afirmou ao site TMZ que as pessoas são educadas e algumas pedem permissão para fotografar. Ela recebeu US$ 12 mil para ter sua propriedade utilizada nas filmagens de Bird Box.

Com informações de Agências

Últimas notícias