George Floyd: policiais se ajoelham e rezam com manifestantes. Veja

Cidadão negro foi morto na segunda (25/05), imobilizado por um policial branco que pressionava com o joelho o pescoço dele contra o chão

atualizado 31/05/2020 17:37

Miami-Dade County Corrections

Um protesto organizado por manifestantes em Miami, nos Estados Unidos, neste domingo (31/05), teve um diferencial dos protestos violentos que consomem o país nos últimos dias, em várias regiões.

Durante um momento de oração pelo chocante assassinato de George Floyd, um cidadão negro, desarmado, por um policial fardado branco, policiais de diferentes departamentos do sul da Flórida se ajoelharam em solidariedade.

Veja fotos:

0

No sábado, várias cidades dos Estados Unidos registraram novas manifestações após a morte do ex-segurança George Floyd, durante uma abordagem policial em Minneapolis.

Segundo o jornal The Washington Post, o governador de Minnesota, Tim Walz, anunciou que estava mobilizando completamente a Guarda Nacional para ajudar a controlar os protestos violentos. De acordo com o noticiário norte-americano, o uso da Guarda Nacional também foi feito nos estados da Geórgia, Kentucky, Wisconsin, Colorado e Ohio.

O jornal diz ainda que prefeitos também estão aplicando toque de recolher à medida que os protestos se espalham pelas cidades.

George Floyd, 46 anos, foi morto na última segunda-feira (25/05). Vídeos que circularam nas redes sociais mostram a vítima ao chão, imobilizada por um agente, que pressionava com o joelho o pescoço de Floyd contra o chão. George chegou a dizer que não conseguia respirar.

Após o episódio, manifestantes atearam fogo em diferentes pontos e entraram em confronto com a polícia. Durante a madrugada de sábado, duas pessoas morreram e outras centenas foram presas.

Últimas notícias