Ex-jogador salva menino arremessado pela mãe de prédio em chamas

O fuzileiro naval Phillip Blanks usou técnicas que aprendeu quando era atleta de faculdade. Ele "mergulhou" no chão para segurar a criança

atualizado 08/07/2020 16:25

Phillip BlanksReprodução

Phillip Blanks usou toda a agilidade que conquistou como ex-atleta de um time universitário e fuzileiro naval para salvar a vida de uma criança de três anos idade. O menino foi arremessado pela mãe da varanda de um apartamento em chamas em Phoenix.

Uma pessoa que gravava toda a situação mostrou o momento em que Phillip Blanks, que jogou como receptor no time de futebol de uma faculdade no Sul da Califórnia (EUA), dar “um mergulho” no chão e agarrar a criança, que se salvou.

0

O menino havia sido jogado do alto do prédio pela mãe, que não sobreviveu ao incêndio. Quando teve o impulso de arremessar a criança, o corpo dela já estava em chamas, segundo relato de pessoas à imprensa local.

O fuzileiro contou que estava em casa quando ouviu pessoas gritando na rua. Pensando que fosse uma briga, ele saiu para tentar conter quem fosse, quando se deparou com o prédio em chamas.

“Me joguei”

Descalço, ele saiu correndo e viu o que estava prestes a acontecer. O homem, de 28 anos, disse que viu a criança girando no ar “como uma hélice” e apenas fez o que aprendeu de melhor como jogador e fuzileiro.

“A cabeça dele pousou perfeitamente no meu cotovelo. O cara que estava lá comigo parecia que não ia pegá-lo, por isso me joguei”, relatou o homem ao dizer que a verdadeira heroína foi a mãe do garotinho, que se sacrificou para salvá-lo.

O vídeo, gravado na sexta-feira (3/7) viralizou rapidamente nas redes sociais, assim como o nome do herói. “Instinto. Não havia muito o que pensar. Acabei de reagir. Acabei de fazer”, disse Blanks à Eyewitness News ao relembrar o momento.

Últimas notícias