EUA: alunos escutam professora ser assassinada a tiros durante aula on-line

Um homem chamado Mario Stokes foi o responsável pelos disparos. Ele teria atirado contra a própria irmã, Michelle Blackmon

atualizado 18/09/2020 17:03

Reprodução New York Post

O que era para ser mais uma aula on-line acabou em tragédia. O motivo: uma mulher foi morta no momento em que participava com alunos de um encontro remoto. No caso, que aconteceu que na cidade de Milwaukee, em Wisconsin, nos Estados Unidos, na sexta-feira passada (11/9), houve um tiroteio que foi capturado pelo microfone de um dos estudantes.

De acordo com informações do New York Post, após escutar os disparos, o aluno ligou para o 911. Quando os policiais chegaram à casa, em West Silver Spring Drive, encontraram Michelle Blackmon, 52 anos, morta na cozinha com dois ferimentos à bala na cabeça.

Segundo a polícia, um homem chamado Mario Stokes foi o responsável pelos disparos. Ele teria atirado contra Michelle, sua própria irmã Michelle.

Após a morte, Stokes entrou em uma delegacia de polícia próxima e disse ao sargento que “a irmã não existia mais”.

O homem foi acusado por homicídio imprudente de primeiro grau, com arma perigosa e porte de arma de fogo.

Na última terça-feira (15/9), ele participou de uma audiência por videoconferência e foi condenado a se submeter a uma avaliação psiquiátrica.

0

Últimas notícias