Vacinas são “principal arma” para recuperar economia, diz economista

"Os países de renda baixa e média enfrentam o desafio de obter vacinas devido ao fenômeno do nacionalismo vacinal", diz Faisal Shuaib

atualizado 08/04/2021 13:02

Com o temor de que o “nacionalismo da vacina” se torne cada vez mais uma realidade em 2021, os especialistas destacaram à CNBC porque é do interesse de todos garantir que programas de vacinação fornecidos de forma adequada sejam implementados em todo o mundo.

“Os países de renda baixa e média enfrentam o desafio de obter vacinas devido ao fenômeno do nacionalismo vacinal. A maioria dos países desenvolvidos tem muitas vacinas”, disse o Dr. Faisal Shuaib, CEO da Agência Nacional de Desenvolvimento de Cuidados de Saúde Primários da Nigéria, à CNBC no mês passado.

Leia mais em 1 Bilhão, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias